Pensando no futuro: MBooks

O Pensando no futuro hoje será um pouco diferente. Quem ai já é casado, ou ao menos pensa em casar? Geralmente as pessoas costumam fazer piadinhas sobre as sogras... A dica de hoje é sobre um livro que busca apaziguar o relacionamento entre noras e sogras. Eu não tenho sogra, mas achei bem interessante a temática do livro. Espero que gostem.


O DESAFIO DO RELACIONAMENTO NORA E SOGRA
 

    É possível nora e sogra se darem bem? Relacionamento entre nora e sogra é como pisar em ovos? Afinal, quem tem de entender quem?
   A escritora Eden Unger Bowditch e a psicóloga Aviva Samet, autoras do livro “O Desafio do Relacionamento Nora e Sogra”, garantem: “desenvolver um relacionamento respeitoso, ou até mesmo cordial, com a outra mulher na vida dele, pode ser um dos desafios mais exaustivos enfrentados por qualquer mulher. Mas por outro lado, há também potencial para um amor inesperado, uma troca de generosidade, sabedoria e apoio”.

 

172 páginas
16 X 23
R$ 21,00



“O Desafio do Relacionamento Nora e Sogra” reúne histórias e fatos de mulheres cujos relacionamentos com suas sogras variam do bom, o ruim, e até mesmo o péssimo. São relatos engraçados, às vezes assustadores, mas fiéis aos fatos.

Segundo as autoras, Eden Unger Bowditch e Aviva Samet, a intenção de “O Desafio do Relacionamento Nora e Sogra” não é dizer às mulheres como ser noras melhores. “As histórias do livro não nos ensinarão como ser uma nora ou sogra perfeita, nem provarão que a perfeição é impossível. Elas apenas mostram uma idéia daquilo que é possível, oferecem uma chance de examinar as falhas que podem criar um relacionamento potencialmente agonizante”, argumentam.

O livro, uma reunião de histórias e depoimentos de 53 noras, está dividido  em três etapas: Relacionamento Bom, Relacionamento Ruim e Relacionamento Péssimo. No final de cada capítulo, há questões selecionadas com o objetivo de encorajar a reflexão e a exploração do relacionamento da nora com a sogra.

Claro que nem todos os relacionamento entre nora e sogra são negativos, mas, tanto na cultura oriental como ocidental, essa questão sempre representou um desafio. “Em muitas culturas, as mulheres são vistas como ‘guardiãs da família’, protetoras e transmissoras das tradições e da cultura familiar”, alegam as autoras.

Assim, de acordo com Eden e Aviva, o caminho para que esse relacionamento não se transforme em catástrofe, a receita é simples. “Se ao menos as sogras e noras se dessem ao trabalho de considerar como até mesmo algumas das ações mais inconscientes e sem malícia podem gerar problemas, como palavras e atos aparentemente inocentes podem ser terrivelmente mal-interpretados, ou como um único ato de maldade pode destruir um relacionamento para sempre, talvez elas pudessem evitar tais estragos em relacionamentos”, concluem.

0 comentários:

Postar um comentário

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!