Dicas: Madras Editora

Os títulos que indico hoje são para aqueles que adoram música. A Madras Editora possui uma imensidão de obras que abordam sobre as vidas conturbadas de alguns músicos. Como falei na postagem publicada ontem não tenho muito contato com bandas de rock, porém as sinopses dessas obras me deixaram bastante interessada para conferir  a trajetória das bandas que marcaram  época. 

Título:    Crescendo com os Sex Pistols
Subtítulo:    Precisa-se de Sangue Novo
Título Original:   
Autor:    Alan G. Parker e Mick O’Shea
Assunto/Gênero: Música/Biografia
Páginas:360
Tipo de Capa:    Laminado Brilhante
COMPRE

Você pensa que sabe a história dos Sex Pistols? Pense melhor...
Crescendo com os Sex Pistols mapeia não apenas a formação da banda, os primeiros shows e a ruptura, mas trata dos seus inúmeros reencontros e da atual situação dos seus membros. Há muitas fotos raras e inéditas até agora, além de objetos ligados ao grupo difíceis de se encontrar. Tudo isso torna este livro único e fascinante.

Os Sex Pistols eram o “sangue novo” que Malcolm McLaren precisava para satisfazer suas ambições artísticas e financeiras. Aqui você encontra a história real deles.

Nesta obra, os autores Alan G. Parker e Mick O’Shea, autênticos seguidores dos Sex Pistols, reúnem uma pesquisa minuciosa, entrevistas exclusivas e reflexões pessoais para contar as histórias por trás das manchetes e chegar à essência da banda



Título:    Os Anos da Rolling Stone
Subtítulo: Cada foto conta uma história
Autor:    Baron Wolman
Assunto/Gênero: Música/Biografia
Páginas: 200
Tipo de Capa:    Laminado Brilhante


   Baron Wolman vivia no distrito Haight-Asbury em São Francisco e trabalhava como foto¬jornalista em 1967, quando um encontro fortuito com Jann Wenner, fundador da revista Rolling Stone, resultou em Wolman tornar-se o primeiro fotógrafo chefe da publicação. Desde a primeira edição, e por aproximadamente três anos, suas fotos foram publicadas com regularidade na Rolling Stone e se tornaram a peça central do design gráfico da revista.
Esta coletânea de imagens e as histórias por trás de cada uma delas contam a trajetória de alguns dos artistas e os acontecimentos mais significativos do período.


 Título:    Jim Morrison e The Doors
Autor:    Textos e fotos de Henry Diltz
Assunto/Gênero: Música/Biografia
Páginas: 128
Tipo de Capa:    Laminado Brilhante
COMPRE

A primeira vez que Henry Diltz esteve com Jim Morrison foi como músico, em meados dos anos 1960, quando era integrante do Modern Folk Quartet. No começo dos The Doors, ele o viu tocando no Whisky à Go Go, e achava aquela música intrigante, mesmo estando mais envolvido no mundo das harmonias vocais e dos grupos de guitarristas, como The Byrds e The Buffalo Springfield.

Três ou quatro anos mais tarde, quando Diltz já havia se tornado fotógrafo profissional e os The Doors já tinham quatro álbuns de sucesso, seus ca¬minhos profissionais se cruzaram em um projeto em comum – a realização da capa do álbum Morrison Hotel, provavelmente a mais famosa den¬tre as centenas que fotografou. Cada capa de álbum que ele fez foi uma aventura do momento, não se importando com o lugar que ela ocuparia na história.

Essa trajetória fantástica de Henry Diltz com os The Doors está registrada nas páginas deste livro, com belas fotos e o relato de cada uma delas.

4 comentários:

  1. Músicos que marcaram gerações. Me lembrou o trecho de uma música de Elis Regina:
    "Nossos ídolos ainda são os mesmos, e as aparências não enganam não. Você diz que depois deles, não apareceu mais ninguém."

    Editoras e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o trecho, não conhecia essa música.

      Isso sim que é música. Ultimamente a mídia está preocupada em lançar muitos cantores que em alguns anos ninguém irá lembrar. Já esses que surgiram e fizeram sucesso mesmo, podem ter falecido e as pessoas ainda lembram e eles fazem sucesso.

      Excluir
  2. ADORO LIVROS SOBRE ROCK! Sem mais, são as melhores biografias para se ler, as mais divertidas, loucas e excepcionalmente cheias de uma carga psicológica complexa como "Mais pesado que o céu" do Kurt Cobain!
    Mais livrinhos indo para a listinha *-*

    Pausa Para um Café - Resenha de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom que gostou *.*
      Como eu falei, nunca me interessei por rock. Mas essas sinopses me chamaram atenção. Estou ansiosa para ler, parece ser cheia de história e coisas interessantes.
      Beijos.

      Excluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!