Resenha: Sangue: vida, morte e destino - K. J. Wignall

O Vampiro de Mércia, Vol. 1
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2014
Páginas: 224
Tradutor: Marsely de Marco Martins Dantas
Submarino - Americanas


"Blood" (Mercian Trilogy #1) — 1256. Will estava destinado a ser o Conde de Mércia, mas não viveu o bastante para herdar o título, já que foi acometido por uma estranha doença aos 16 anos de idade. Mesmo assim, apesar de sua morte – e de seu enterro –, ele não está nada morto. Ao longo das páginas, o leitor vai compreender um pouco sobre esta condição de Will. Descobrir que ele está existindo entre a vida e a morte. Ocasionalmente hiberna, sempre esperando que a morte lhe chame e, toda vez que desperta, enterrado no solo, tem uma breve lembrança do primeiro pânico que sentiu em 1349. Sangue apresenta como um de seus principais diferenciais o fato de ser mais macabro e sombrio do que as obras atuais do gênero. Para Wignall, o romantismo é importante, mas nunca deve se sobrepor ao enredo. Assim, ele elaborou cenas angustiantes, como as que o protagonista enfrenta sempre que desperta das hibernações, além de ambientes sinistros e escuros e personagens bem-construídos, perversos e sem escrúpulos.

Classificação:      



"Em 1256, ano da minha doença, eu tinha 16 anos de idade, o que não era considerado tão jovem naquela época quanto é hoje. Era alto, o suficiente para ser chamado de Will Longas Pernas.
Ainda continuo alto para a minha idade. Falo 'minha idade' porque, após terem se passado quase oitocentos anos, ainda aparento ter 16, assim como continuarei aparentando quando você, que lê o que escrevo, estiver velho, depois morto, e por fim esquecido." Página 8


Recebi Sangue: vida, morte e destino da Bertrand Brasil em uma ação que a editora fez como forma de divulgação da obra, enviando-a para todos os parceiros. O livro estava entre os desejados, então imaginem a minha felicidade quando ele chegou embalado em pacote de presente e todo bonitinho. Aqui e aqui vocês podem conferir o capricho da editora no envio dos exemplares. 

O livro inicia nos mostrando um pouco mais sobre a sociedade em 1256, ano em que William, o Conde de Mércia, vivia. Neste ano ele contraiu a doença e tornou-se vampiro. Ele não é um vampiro como nos são apresentados em outras obras, já que a cada vez ele "acorda" e vive um determinado tempo, dormindo novamente para acordar anos ou décadas depois.

Ao despertar no século 21, Will vai em busca de sangue para se alimentar e encontra um morador de rua que muda seu destino. O homem em questão, Jex, menciona que Lorcan Lobraid está o chamando e fala sobre a garota a qual William deve encontrar. Depois de alimentar-se de Jex, Will encontra o caderno em que o homem estava desenhando e lá está uma gravura da tal garota que William precisa achar. Se isso não fosse estranho o suficiente, Will acaba salvando a garota, Eloise, e conhece um pouco de sua história. 

Algo está perseguindo Will e logo Eloise também vira vítima desse ser. Os dois buscam saber quem transformou William em 1256 e se esta é a criatura que o persegue. A obra é diferente de todas as histórias de vampiros que você já deve ter lido e estou curiosa para ler sua continuação. Como amante de enredos sobrenaturais, não poderia deixar de ler Sangue: vida, morte e destino

A leitura é fluida e prazerosa, sendo que devorei o livro rapidamente. Confesso que demorei mais para resenhá-lo do que para lê-lo. A capa é bonita e chamativa, capta a essência do livro. A diagramação é boa, letras em um tamanho razoável e ótima marcação de capítulos. A revisão está ótima, não me lembro de ter problemas quanto a isso. O bom da obra é que a narração referente ao passado de Will é feita em primeira pessoa e está diferenciada, já que foi usado o itálico. Já, a narração do livro em geral, é feita em terceira pessoa nos dando uma melhor visão das situações. 

Você deve estar se perguntando: se o livro é tão bom assim quanto a edição, por que ela classificou em apenas 3? Irei explicar, meu caro leitor. A continuação tem tudo para ser ótima, mas achei a história desse primeiro volume morna. É claro que não poderia ser explicado tudo no primeiro livro ou não haveria necessidade de outros volumes, mas acredito que a história poderia ser mais consistente e os personagens secundários mais bem construídos. O livro peca pela superficialidade nas relações, por exemplo, em que mundo uma garota acompanharia um rapaz que acabou de conhecer e lhe conta que é vampiro? Gente, tirando Bella e Edward e Elena e Stefan, essa confiança toda não existe. Enfim, deixando de lado as divagações, irei continuar a ler a série O vampiro de Mércia, já que o final me deixou ansiosa pela continuação. Estou esperançosa que o volume seguinte supere o primeiro em todos os sentidos. 


"- Não, não acho que seja isso! Você precisa de mim. Sei que não precisou de ninguém durante centenas de anos, mas acho que precisa de mim desta vez. E você tem que admitir que, mesmo para os seus padrões, há algo realmente muito estranho acontecendo com você agora." Página 131

11 comentários:

  1. Parece ser um livro muito bom, e o mais interessante é que dá a impressão de que a trama quer resgatar um pouco sobre a verdadeira lenda dos vampiros, que atualmente têm se tornado mais romantizados, para conquistar o público adolescente, sendo que o lado sombrio dos vampiros é o que os torna mais interessantes e romantizá-los, de certa forma, descaracteriza-os um pouco. Acredito que ia gostar muito de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muita vontade de ler esse livro por ele trazer o vampiro clássico na história. Nos ultimos tempos vimos tantos vampiros brilhando, saindo a luz do sol, se alimentando de outros jeitos que eu sentia vontade do vampiro "normal".

    ResponderExcluir
  3. Oii Rafa :)
    Amei a capa do livro, e gostei mais ainda da sinopse .. Não sei se esse jeito dele ser "vampiro" é realmente mais parecido com as histórias originais de vampiros, mas achei bem mais interessante do que os outros livros que li sobre o assunto .. Ah, Will e Eloise parece que vão ter algo mais? É isso mesmo? Fiquei curiosa, rsrs !!
    Bjs !

    ResponderExcluir
  4. Eu sou completamente fã de histórias sobrenaturais e confesso que vampiros são minhas criaturas favoritas. Sempre que posso leio coisas sobre eles, e com esse livro não poderia ser diferente. Já estou doida para ler.

    ResponderExcluir
  5. Oii Rafa, tudo bem?

    Nossa, adorei o carinho da editora em mandar os livros para os parceiros... e o embrulho e o kit estava lindo. Adorei a sinopse e parece ser bem diferente das demais histórias de vampiro, em que eles vivem por séculos continuamente... nesse eles hibernam e as voltas parece ser um tanto penosa. É realmente uma pena que eles não se aprofundaram mais nas situações e personagens, isso as vezes faz com que os leitores não deem uma chance para o resto da série.

    Gostei bastante do primeiro quote que você destacou.

    Adorei a sua resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu sempre tive vontade de ler esse livro, principalmente por essa capa linda e por ser de vampiros, que eu sou apaixonada. O livro não conter romance e ser mais voltado as "raízes" de como um vampiro realmente é, me deixou mais curiosa, pois nada melhor do que um bom sangue.
    É uma pena que não superou as expectativas, o modo como você explicou me deu a impressão que o primeiro volume é apenas uma introdução do que está por vir, por isso ser morno; de qualquer forma quero muito lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Rafa!
    Como boa apaixonada pelos seres fantásticos e principalmente pelos sedutores vampiros, claro que me interessei (e muito) por essa história tão diferenciada do universo vampiresco.
    Uma pena as relações serem superficiais, porém como é uma série, acredito que nos outros volumes tudo irá se aprofundar aos poucos, assim espero.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Faz um tempo já que estou apaixonado por este livro. Aquele amor de livraria, onde você namora o exemplar e tem que abandona-lo. Mas eu não esperava tanto da história, porém sua resenha me fez ficar louco para querer ler. Agora preciso URGENTEMENTE de ler Sangue.
    Ah, e parabéns pela resenha :D
    lendocomchuva.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. A campanha de lançamento desse livro foi fantástica, fiz de tudo para conseguir ganhar o meu, mas como a sorte não é meu forte não ganhei, tenho altas expectativas quanto a leitura desse livro por retratar e resgatar o modo como os vampiros são, não seres que brilham e sim seres que se alimentam de sangue e fazem de tudo para consegui-lo, simpatizei com essa parte dele acordar em épocas diferentes e de ter que proteger a Eloise que deve ter um papel muito mais importante nos próximos livros, concordo que não se pode entregar tudo no primeiro volume, mas também não se precisa criar uma trama sem dinamismo prendendo o leitor, pelo visto isso é resgatado no final, agora é aguardar e torço mesmo para que a história mantenha a linha sobrenatural e não vire um romance perdendo-se ao longo dos próximos dois livros, farei a leitura do primeiro e aguardarei as novas publicações, a capa realmente está perfeita.

    ResponderExcluir
  10. Já faz um tempinho que livros com vampiros não estão mais me chamando a atenção, infelizmente. Acho que mudou-se tanto a Mitologia original desses seres, que sempre fico com um pé atrás de ler algo em que eles brilham ou coisa parecida. kkkkkk
    De qualquer maneira, apesar de ter esses probleminhas de falta de um aprofundamento das personagens e/ou situações, acho que deve ser um bom livro.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafa, tudo bem? Gostei bastante da resenha do livro, parece ser uma história de vampiros bem diferentes das outras, achei legal esse negócio deles hibernarem e acordarem em outra década. Que pena que em algumas partes ele foi meio superficial, isso faz as vezes as pessoas desistirem de ler a série.

    Gostei bastante do carinho da editora com o kit, muito bonito.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!