Resenha: Pare de falar e comece a fazer - Um empurrão em seis partes

Título: Pare de Falar e Comece a Fazer
Autor: Sháá Wasmund e Richard Newton
Páginas: 192
Preço: R$ 44,90  

Você sente uma coceira...
... para abrir seu próprio negócio, ir ao Polo Norte, requalificar-se, perder peso, ser promovido, aprender a tocar ukulele? Ou é só uma sensação incômoda de que deve haver algo mais na vida?

Se existe algo que você realmente quer fazer, mas em segredo teme nunca con­seguir, então precisa deste livro.

Portanto, trate de coçar a sua coceira. Este é o empurrão! Para fazer o seu sonho se realizar, você precisa subir ao ringue, encarar seus medos e colocar o discurso em prática. Claro, sentir medo é natural e normal, mas basta compreendê-lo para manter-se no controle, e, a partir daí, perceberá que simplesmente começar já pode promover mudanças instantâneas. Portanto, diga adeus ao status quo.


"A sociedade importa-se menos do que antes com a conformidade. Isso facilita nadar contra a corrente, fazer algo diferente, desafiar convenções. Se você quiser largar o seu emprego e viajar pelo mundo, aprender malabares, juntar-se a uma comunidade alternativa - seus vizinhos podem até torcer o nariz e lamentar, mas você consegue lidar com isso... Ou pode ser que eles lhe digam como sempre quiseram fazer exatamente o mesmo." Página 28



Pare de falar e comece a fazer foi enviado pela Madras Editora para a avaliação do blog e foi uma surpresa, já que não costumo (muito) ler obras de autoajuda. Gosto, mas não leio com tanta frequência. A obra nos mostra, de forma bem-humorada, como sair da estagnação de nossa vida. Sempre fazendo as mesmas coisas, trabalhando muito e não tendo tempo de construir e seguir nossos sonhos. A primeira citação mostra bem o que descrevi e já adianto que a obra inteira é neste estilo, o que torna a leitura bem mais fácil. 

A obra é dividida em seis capítulos e em cada um os autores exploram uma das amarras que impedem as pessoas de seguirem seus sonhos e começarem a correr atrás do que desejam. Todos nós sabemos que é preciso largar a rotina e fazer o que temos vontade, mas, quem faz isso? Posso dizer que eu, pelo menos, não o faço. Então tentarei seguir os conselhos dados no livro para mudar um pouco essa vidinha mais ou menos rs.


"Os cientistas concluíram que a busca pela melhor solução fatalmente tem a decepção como destino final. A melhor solução sempre é ilusória. Todos nós sabemos - o mundo que temos em nossas cabeças é muito melhor do que aquele em que nós vivemos!" Página 158


A capa é bonita, mas não é o que mais chama atenção na obra, mas sim a diagramação. As páginas são bem diferentes uma das outras, tornando a leitura mais ágil, além de as ilustrações e fontes serem bastante chamativas. Li a obra em menos de duas horas e pude dar muitas risadas com seu conteúdo. Como sempre, a edição não apresenta erros de revisão, já que a Madras Editora é muito cuidadosa neste ponto (posso dizer porque não tive problemas desde que comecei a acompanhar os lançamentos da editora). 

O livro é super recomendado para aqueles que querem uma leitura prazerosa e ao mesmo tempo útil, já que podemos utilizar o que nos foi passado em nossa vida afetiva, profissional e em tantos outros campos de nossa vida. 


"As situações são infinitas como grãos de areia, quase tão abundantes quanto as desculpas que as pessoas criam para irem atrás de seus sonhos." Página 184


3 comentários:

  1. Eu não costumo ler livros de autoajuda, acho que são os livros que menos fazem o meu estilo, e talvez por isso, teria certo pré-conceito em ler esse livro :(

    ResponderExcluir
  2. Apesar de concordar com a Lenah sobre livro de autoajuda, achei o livro interessantíssimo.

    Acho que leria!

    ResponderExcluir
  3. Confesso que livros de autoajuda não fazem meu estilo. E, apesar desse ter uma característica que gosto muito (humor), ele não me chamou a atenção. Esse, eu passo!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!