Resenha: Verão Cruel - Alyson Nöel

Editora: Novo Século
Ano: 2014
Páginas: 184
Tradutor: Carolina Caires Coelho


Colby Cavendish, uma ex-nerd, decide mudar radicalmente sua própria imagem. Está ansiosa por participar de festas descoladas com a turma da praia e, se tudo der certo, ficar com o cara mais gostoso da escola, Levi Bonham. Mas seus planos vão por água abaixo quando seus pais a mandam passar férias forçadas na Grécia com sua tia. Presa em uma ilha sem shoppings e sem sinal de celular, ela teme ser rapidamente esquecida por seus amigos. Mas eis que conhece Yanni, um deus grego, e tudo muda. Colby acaba confusa e tudo indica que aquele sentimento será mais que uma simples paixonite de verão.


Classificação:

"Então, basicamente, acredito poder dizer que meus pais estão me mandando para um lugar onde os peregrinos religiosos, as pombas e os moradores das vilas lavam à mão todas as suas peças íntimas no meio da praça. E acho que não preciso dizer que as coisas não têm como ficarem piores." Página 15


Colby Catherine Cavendish estava querendo participar do grupo dos populares em seu último ano na escola. Para isso, abandonou sua melhor amiga até então, Natalie, e virou melhor amiga de Amanda. Essa aproximação com Amanda lhe rendeu a amizade com Levi, o garoto por quem ela nutria uma paixão platônica.

Todos os planos que Colby estava fazendo para ter seu último ano do ensino médio dos sonhos foram jogados por terra quando seus pais decidem mandá-la nas férias de verão para a casa de sua tia que, até então, era considerada maluca. Tally a recebe muito bem, porém a adolescente está tendo dificuldades para se desapegar de sua antiga vida e amigos por esse período. Essa necessidade faz com que Colby encontre um local no qual pode se conectar, apesar de o dono do estabelecimento - Petros -  diga que ela precisa aproveitar as férias e não passar três meses diante de um computador. 

Em Tinos, Colby conhece Yannis e aos poucos começa a aproveitar seu verão do jeito que deveria ter feito desde a sua chegada. Porém o dia de voltar para casa está se aproximando... será que Colby quer voltar para mediar as brigas com o divórcio de seus pais? E como ficarão Levi, Amanda e Natalie em sua vida? 


"Sei lá, em casa, ele age como se fosse uma  divindade superbacana, o rei maior que governa a escola. Mas vê-lo sentado à minha frente, comendo fritas com catchup enquanto admirava seu anel de prata, não pude deixar de notar como ele é falso, forçado e quase vazio. Como se estivesse tão preso a suas roupas, cabelos, joias e imagem, que não sobrasse espaço para mais nada." Página 112



Verão Cruel é um livro leve, sem muitas reviravoltas, mas que de algum jeito consegue prender o leitor até concluir a leitura. A obra é dividida em e-mails, postagens no blog de Colby, um diário, postais e recados enviados para seus conhecidos. Confesso que no inicio da leitura todo o escândalo de Colby do estilo ninguém liga para o que eu quero, me irritou. Porém logo comecei a resgatar lembranças de meus 17 anos e percebi que era bastante parecida com a protagonista, então comecei a ver o livro com outros olhos e a autora me surpreendeu já que consegue captar a idade dos protagonistas e escrever como tal.

Já havia lido a série Os Imortais e li os dois primeiros livros da série Riley Bloom (que logo será sorteada no blog) e notei que cada protagonista tem uma idade distinta e Alyson Nöel conseguiu captar a essência de cada fase da vida de seus protagonistas. E ter conhecido a autora só me fez gostar mais de suas obras, já que ela é uma fofa. 

A edição do livro é ótima e a capa me chamou atenção desde o começo, pois é ao mesmo tempo simples e se enquadra bem na história. A diagramação é boa, mas acabei tendo um pouco de dificuldade no início da leitura porque cada forma de contato de Colby tem uma apresentação, mas ao final da obra você já está acostumado e isso não interfere muito na leitura. Como já mencionei se você for ler a obra pensando como um leitor de vinte e poucos anos, sem dúvidas vai se decepcionar e o livro será fraco. Porém faça como eu e lembre-se de quando você tinha a mesma idade que a protagonista e tenho certeza que Verão Cruel irá te surpreender. 





"E se em algum momento do passado eu tivesse sido descuidada o suficiente para pensar que algumas dessas coisas tinham mais valor do que tinham, bem, elas não existiam mais. Porque a verdade é que é muito melhor não se permitir envolver demais com alguém ou alguma coisa. Porque no fim... tudo termina."132


25 comentários:

  1. Assim que vi esse titulo, logo me veio a cabeça, um livro com mistério, pelo jeito me enganei feio. Assim que li a sinopse percebi que é um livro sobre a juventude e seus dilemas, adorei a resenha, parece ser um livro interessante, conheço outros livros da autora mas nunca li nenhum, quem sabe esse não seja o primeiro!! :D

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li todos os livros da serie Os Imortais e fiquei surpresa quando vi que a Alyson ia lançar esse livro(que eu ainda não li também),não gosto muito de livros que envolvam "praia",mas pela sinopse e pela resenha é um livro que eu ia gostar de ler *-*

    ResponderExcluir
  3. Esta é uma autora que sempre vejo boas resenhas de seus livros, mas que infelizmente eu ainda não conheço.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Adorei a parte: "Confesso que no inicio da leitura todo o escândalo de Colby do estilo ninguém liga para o que eu quero, me irritou" HUAHAUHAUAHU Todos os adolescentes são assim, são chatos, reclamam de tudo, acham que ninguém se importa com as suas coisas, super normal! =P E se é um livro sobre a adolescência, pra gostar, tem que se lembrar de como era quando adolescente mesmo, porque ler um livro assim a partir da sua visão atual de vida, acaba perdendo a graça mesmo. Mas eu não conheço essa autora, quando for na sua casa, lerei os livros que você tem dela #folgada

    ResponderExcluir
  5. Oi, achei bem legal a sua dica, de lembrarmos que já fomos adolescente, pois o livro é muito fraco para uma pessoa de vinte e poucos anos, eu confesso que me decepcionei com os livros da Alyson Noel, eu li a série Os imortais inteira e não curti muito, ficou faltando algo, Verão cruel, não me parece ser grandes coisas, mas talvez seja assim mesmo, quando se é adolescente sempre se comete muitos erros que deixam as outras pessoas bravas, irei dar uma chace ao livro.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Já li uma resenha desse livro e gostei bastante da história, a sua resenha veio reforçar mais a minha curiosidade de lê-lo. Gosto de leituras pequenas e leves, que prendam o leitor até o fim, com certeza vou ler esse livro.
    Beijos
    the-universe-of-books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não li nada da autora ainda, mas ela é bem desse gênero, mesmo né?
    Bom... eu sempre curto ler livros de diversos gêneros... para crianças, adolescentes, adultos, rs. E gosto da maioria... este parece legal, vou anotar a dica.

    ResponderExcluir
  8. Achei uma boa dica, mas não leria. Não gostei muito de Os imortais e não pretendo ler mais nada do Alyson.
    Também não gosto muito de romances que acontecem nos verões e essas coisas. Parece meio forçado.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista

    ResponderExcluir
  9. Pela resenha o livro parece ser ótimo, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar sobre este livro, mas me interessei agora.. Parece ser muito bom! Pretendo ler e, é claro, estou participando da promoção ((:

    ResponderExcluir
  11. Já ouvi que esta escritora é muito boa, mas ainda não li nenhuma das suas obras.
    A capa é bonita e nos atrai em busca de um bom enredo. O que, pela sua resenha parece ser mesmo!

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da resenha e estou ansiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  13. Fiquei curiosa, eu gosto de histórias assim!
    Espero que o titulo não diga o que vai acontecer com casal né! (Verão Cruel) Ai não...Gostei bastante do tema da história, sem dúvidas irei procurar comprar, tenho 14 anos então acho que não terei problemas quanto a idade haha ♥

    ResponderExcluir
  14. Gostei da resenha,fiquei curiosa pra saber o que acontece no livro,nunca tinha ouvido falar dele mas me chamou muito a atenção :)

    ResponderExcluir
  15. Eu confesso que não tinha muito interesse em ler o livro, mas depois da sua resenha minha perspectiva mudou um pouco. Gostos de leituras leves e que tenha personagens que interajam com o leitor de alguma forma. Espero que o drama da Colby não seja tão dramático assim, e que surpreenda mesmo. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Já ouvi falar nesse livro... Gostei da resenha e fiquei curiosa pra ver o que acontece. Também já li a serie Os Imortais e gostei do jeito como a Alyson escreve.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Olá, essa é a primeira vez que vejo o livro e leio sobre ou melhor conheço o book! Achei lindo o contexto dele, já me identifiquei bastante com a protagonista e seu romance. Já li livros desse autor. Gostaria de ler . Beijos & Abraços

    ResponderExcluir
  18. Ja quero pra mim! Adorei o a trama que a autora se baseou, muito bom, apesar de parecer um pouco seção da tarde, goste!

    ResponderExcluir
  19. Já li os imortais e vou ler sonhos. Mas depois desta resenha que vou antecipar esta leitura.

    ResponderExcluir
  20. Estou fazendo quarenta anos, mas ainda curto um pouco de romance adolescente. quando li o titulo, imaginei que fosse suspense.

    ResponderExcluir
  21. Adoro livro de romance, esse parece ser um livro bom cheio dos dramas adolescentes haha \o

    ResponderExcluir
  22. Li Os Imortais e a coisa que mais gostei é que Alyson sabe escrever como os jovens se sentem, não é minha escritora preferida, mas eu daria chance a esse livro. Principalmente por que não é sobre sobrenatural como o outro livro que li dela. Sei que essa coisa de popular, nerds e as tão esperadas férias de verão são clichês, mas como você colocou que é surpreendente eu vou anotar aqui :)

    ResponderExcluir
  23. Muito legal quando a autora consegue construir sua protagonista de uma maneira perfeita. Não deve ser fácil ser completamente fiel à idade da personagem. Acho que rolou um tremendo trabalho de pesquisa pra conseguir passar essa verossimilhança. E que bom que você conseguiu se identificar um pouco com a Colby.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  24. Nunca li nada da autora, mas o enredo deste livro me interessou por ser bem simples mesmo mas fiquei curiosa por você ter comentando que mesmo assim, o livro consegue surpreender o leitor. Gosto muito de livros escritos através de diários, emails e recados e esta parece ser uma leitura bem leve e cativante. Muito bom saber que a autora soube construir bem os personagens e sua forma de agir. Fiquei curiosa! :)
    beijos

    ResponderExcluir
  25. Esse já me passa a impressão contrária de Eleanor & Park.
    Parece mais estereotipado e com o clichê de adolescentes querendo ser populares querendo ficar com os bonitões do colégio e ter todo um romantismo exagerado da adolescência até ter as cenas hot.
    Que bom que você deu a dica, mas acho que eu acabaria lendo com minha idade de 20 e tantos anos e com isso não seria uma leitura tão boa quanto a de um leitor sub-20

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!