Resenha: 666 caçadores de demônios - Tim Marvim


Autor: Tim Marvim
Editora: Editora Degáspari
Ano: 2009
Páginas: 232


Um misterioso assassinato no convento de Santa Maria delle Grazie, em Milão, é o ponto de partida desta trama eletrizante e envolvente. Acusado pela morte de frei Abelardo, o jovem Michael vê-se obrigado a fugir do convento para não ser preso e acaba sendo envolvido numa perseguição cinematográfica a fim de escapar não só da polícia, mas de fanáticos religiosos, os quais imaginam que o rapaz descobriu o local onde se encontra o fabuloso tesouro templário. Após ter achado três livros preciosíssimos nos subsolos do convento, Michael começa a investigar o que há de verdade naqueles velhos manuscritos. Para provar a sua inocência, ele precisará desvendar o maior segredo de todos os tempos, um segredo tão terrível, que vem sendo guardado a sete chaves pela igreja há quase mil anos. Após decifrar diversas pistas escondidas pelos cavaleiros templários nas “sete torres do demônio”, Michael descobre aterrorizado que não é apenas a sua vida que corre perigo, mas o destino da própria humanidade. 

Classificação:     

"O jovem dirigiu-se à beira do despenhadeiro e contemplou as ondas impiedosas lá embaixo, chicoteando as pedras indolentes. Por alguns segundos, permaneceu estático, ruminando sua dor, fulminado por uma sensação esmagadora de impotência. Michele cingiu a cintura dele e mostrou-lhe um celular perdido na praia, prova irrefutável de que não havia mais nada a ser feito. Michael abraçou-se a menina e, não conseguindo mais conter as lágrimas, pôs-se a chorar de maneira inconsolável. Era tarde. Na linha do horizonte, a lua começava a despertar por trás do oceano." Página 163


  Quando iniciei a leitura de 666 - caçadores de demônios estava bastante empolgada. Com o passar das primeiras páginas percebi  que a leitura era um pouco complicada, pois não fluía e eu precisava ler algumas partes duas vezes para entender o que se passava. Porém logo o ritmo da leitura melhorou e eu não conseguia largar meu livro. 

  O convento Santa Maria della Grazie estava agitado e os frades acabaram acolhendo Simão, um beato se diz o novo Messias e começa a fazer "milagres" diante das pessoas

  Frei Abelardo, um senhor de idade, percebe que chegou a hora de passar adiante o segredo que lhe fora passado, mostrando a Michael uma antiga biblioteca no convento. Este, apaixonado pela história dos cavaleiros templários acaba pegando uma obra sobre eles e abre uma passagem no convento... O final dela é nada mais que uma biblioteca templária com livros que achava-se que nem existiam. Uma morte acontece e Michael é o principal suspeito. O rapaz acaba fugindo e com base nos livros descobre um segredo que irá mudar o futuro da humanidade. 


  Em uma busca alucinada Michael precisa procurar pistas deixadas em 7 torres que lhe mostrarão como salvar a igreja e todo o mundo. No caminho o jovem acaba encontrando Michele e se apaixona pela garota e ela segue o ajudando a encontrar as torres. Cada capítulo mostra uma letra ou objeto encontrado e Michael precisa descobrir como salvar o planeta.

  Como falei o início do livro não faz jus a obra. É um tanto parado e a leitura não flui, acredito que as letras pequenas também contribuem, pois parece que você lê, lê e não passam as páginas. Porém quando Michael descobre os livros e começa a pesquisar sobre o passado e precisa fugir do convento a estória dá um 360° e faz com que você não queira largar o livro por nada no mundo. Juro, por mim eu ficaria lendo o dia todo e não largaria enquanto não acabasse. O desenrolar da estória faz com que o leitor viva o que Michael e Michele estão vivendo. Ao longo dos capítulos Tim Marvim colocou imagens dos locais que os protagonistas estão passando e das pistas que eles vão encontrando. Confesso que a primeira capa também decepciona, mas no blog do autor já está disponível uma nova capa para e-book e nos exemplares feitos na língua inglesa (fiquei apaixonada por essa nova capa). O livro está mais que recomendado. Eu amei a leitura, só não dei nota máxima por conta do que já mencionei na resenha.


" Então, tonto pela surpresa, estarrecido, procurando dominar os sentimentos contraditórios que se digladiavam em sua alma, ele constatou horrorizado que ali dentro existia um caixão de madeira!" Página 194

7 comentários:

  1. Me deu vontade de ler !
    beijos

    Marina Alessandra do blog Pelos Dezoito
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha conhecido esse livro, mas me assustei um pouco com o nome ): mas me disseram que não fala muito do que pensamos que seja (:

    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi. Não conhecia esse livro e a primeira impressão ao ver a capa e o título é que deve ser bem... tenso. :S

    Anna
    http://castanhadechocolate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Confesso que gostei mais da capa inglesa do que a original.
    Já tinha ouvido falar desse livro mas não tinha visto nenhuma resenha dele. Parabéns! Agora estou com mais vontade de lê-lo.

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Olá,vi seu comentário no meu blog Estórias da Marja e precisei te parabenizar pela parceria com a Editora Mor e te dizer que é muito bem vinda para parcerias quando o meu livro Maze-Sem Saída for lançado! Abraços
    @Estoriasdamarja
    www.estoriasdamarja.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. *O* Parece ser muito bom!
    Eu entendo esses livros com fonte pequena, parece que as páginas nunca passam!
    Fiquei com vontade de ler depois dessa frase do final, mas essa capinha é um horror D=

    Beijos,
    Nerd/Rocker Girl

    ResponderExcluir
  7. Olá, Rafaella, muito obrigado pelas palavras. Fico feliz que tenha gostado do livro!!!

    Abração :)

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!