Por dentro da tela: A culpa é das estrelas

Título Original: The Fault In Our Stars
País de Origem: EUA
Gênero: Drama
Duração: 125 Minutos
Ano de Lançamento: 2014

Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

Classificação:    





Como vocês devem ter percebido já na resenha de A culpa é das estrelas, achei a leitura regular, ou seja, não me surpreendeu em exatamente nada. Todo o marketing realizado para o lançamento do livro/filme foi muito bem feito e a história não se sustentou, a narração é fácil, mas o conteúdo deixa a desejar. Decidi dar uma chance ao filme para ver se melhorava em algum ponto e me deixava mais animada pela releitura, mas assim como o livro o filme me decepcionou.

Acredito que todos já conhecem a história de A culpa é das estrelas, Hazel Grace é uma adolescente com câncer que conhece Augustus Waters em um grupo de apoio. Depois de algum tempo os dois se apaixonam e Gus acaba realizando o sonho de Hazel, que era conhecer o autor de Uma aflição imperial para que o homem lhe contasse o final do livro.

Em poucas linhas posso resumir o enredo, mas prefiro falar sobre o filme em si, já que ele foi bastante fiel ao livro. Confesso que desde que a Shailene participou de The OC não assisti mais nada dela e ela atuou bem como Hazel. Por outro lado, me deu agonia ver o Ansel chorar, não passou todo o drama que a cena precisava. Mesmo assim as pessoas choraram no cinema, mas comigo não funcionou. Sou obrigada a dizer que a melhor parte do filme foi a trilha sonora, incluindo a música da Birdy <3

Se você é fã dos atores ou do livro, sem dúvidas deve ter amado o filme e chorado rios com o que acontece, mas como mencionei anteriormente foi algo que não me conquistou desde a leitura, então seria bem difícil mudar de opinião.







5 comentários:

  1. Rafaella!
    Fico triste quando um livro/filme é tão badalado e quando chegamos lá, não é nada do que foi propalado.
    Não li o livro ainda e nem assisti o filme, gosto sempre de deixar 'a febre' passar para poder avaliar com precisão o que sinto e esse é mais um caso.
    Bom domingo!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei tanto do livo, como filme. Também achei que o filme está bem fiel. Gostei da trilha e, principalmente os atores. A química entre eles está incrível. É uma pena que essa história não te agradou.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa! Até que fim alguém que me entende!! Ufa, ufa ufa! Não gostei do livro. Achei a história legal, um enredo interessante, personagens cativante... e... só! Não achei tudo aquilo que todos dizem, ''Ah meu Deus, é o melhor livro do mundo! '' Confesso que fiquei animada para assistir a adaptação cinematográfica, porque acho que ele é um livro que o filme se torna bem mais interessante. Ainda não assistir, pelo mesmo motivo do livro, não quero me decepcionar novamente. Todos dizem que ele é muito fiel, e eu fiquei curiosa. Sua resenha falou o que eu já imaginava, mas mesmo assim, irei assistir para ter uma opinião concreta sobre ACEDE.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Uma das melhores adaptações que eu já vi em minha vida. É simplesmente incrível. Não tinha como não se emocionar, inundei o cinema literalmente. A maioria das cenas faz você sentir um enorme aperto no peito. Mas é impossível deixar de assisti-lo.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não assisti ao filme e confesso que não estou muito empolgada para isso, já que não achei o livro tão incrível assim, mas ainda pretendo assistir para ter uma opinião melhor sobre a adaptação.

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!