Por dentro da tela: A Hospedeira

   
   Hoje trago algumas informações sobre o filme A Hospedeira. Ele é baseado na história homônima criada por Stephenie Meyer, a mesma autora de Crepúsculo, e dirigido por Andrew Niccol, mesmo diretor de O Preço do Amanhã e O senhor das armas. 

    Eu tenho o livro em casa, mas confesso que tentei duas vezes e acabei desistindo. Não sei se foi a pressão da faculdade que não me deixava ler ou por falta de compatibilidade com a narrativa, porém assim que vi a atriz e o trailer fiquei doida para ver o filme. A atriz que eu falo é a que irá interpretar a personagem principal, Saoirse Ronan, acompanho a carreira dela tem algum tempo e fiquei impressionada com a sua atuação. Desde Um olhar do Paraíso até Hanna, ela dá um show nas telinhas. Mas o diretor também acrescenta minha vontade de ver a produção, adorei O preço do amanhã e espero que esse filme não me decepcione. Segue o trailer: 






"A Terra está em paz, não há guerras, não há fome.
 Honestidade, cortesia e gentileza são praticadas por todos. 
O mundo nunca foi tão perfeito. Esse não é mais o seu mundo".



Sinopse: A Terra foi ocupada por um inimigo que não pode ser detectado. O humano se tornou hospedeiro desses invasores: sua mente é extraída, enquanto o corpo permanece intacto. A nova consciência que o ocupa passa então a conduzir sua vida, que aparentemente prossegue sem alteração.
A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Melanie Strider não. Junto aos poucos remanescentes de nossa espécie, ela vive em segredo. Até, um dia, ser capturada.
Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, fora alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, as sensações tão intensas, a persistência das lembranças e das memórias, vívidas demais. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos humanos que ainda resistem. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano a quem, contrariadamente, foi submetida.
Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que as duas amam.  Fonte: http://www.ahospedeira.com.br 

7 comentários:

  1. Eu gostei do livro, apesar de ser uma das poucas kkkk Ele é cansativo e detalhista, mas o enredo ao todo me surpreendeu.

    Odiei o teaser, poderiam ter feito algo melhor, e o poster fico previsivel. Espero que os proximos seja melhores.

    Bjus, @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente tentei, li o início do livro duas vezes mas a leitura não fluiu. Ainda tenho esperanças de algum dia conseguir ler. Apesar de a saga Crepúsculo também ser bem detalhista (essa eu li inteira) a narração me prendia, o que não aconteceu com The Host.

      Já ao meu ver, o teaser chamou bastante a atenção rs. Não posso dizer muito porque não conheço bem o livro, mas sem dúvidas eu verei o filme.

      Excluir
    2. Foi o caso comigo. Achei que fosse algo pessoal e deixei de lado por bastante tempo. Quando me senti segura, retomei, mas acabei concluindo uma única coisa: de longe, esse foi o pior livro que já li.
      Aproveito essa mensagem para agradecer por ter me enviado a mensagem no perfil do Skoob (Ani). O blog é muito bom, está de parabéns.

      Excluir
  2. Oi Rafa, é sério você tah perdendo muito não lendo o livro. Eu confesso que qdo comecei a ler também achei muito sei lá, mas com o decorrer da narrativa você se envolve de uma forma que não dá mais pra parar. Outra coisa que me deu receio nele foi o fato de que os personagens pudessem ser uma cópia de Edward e Bela, mas não, graças a Deus. Enfim eu adorei mesmo. Ah obrigada por ter passado por lá. Seja bem vinda ao Arca de Tinta.
    Júh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso de ser cópia de um livro da mesma autora na maioria das vezes acontece,né?
      Eu acho bem chato isso...
      Mas estou começando a pensar a dar outra chance ao livro, quem sabe eu consiga ler e acabe gostando.
      Obrigada Júh e seja bem vinda ao nosso mundinho =P

      Excluir
  3. Ano passado comecei a ler o livro, mas antes da pag 100 desisti. Tomei uma raiiva que você nem imagina principalmente da narração.
    Daíi esse ano, muitas pessoas disseram pra eu continuar, que depois o livro fica ótimo, enfim, me incentivando. Depois de um tempo voltei a ler e realmente, coisa que eu nunca dei muita fé, o livro fica ótimo. Muitas pessoas ficam presas depois da pag 110 por ai, mas no meu caso só veio acontecer lá pra 350, pois é, mas posso lhe dizer valeu muuiiito a pena. O final é ótimo! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma pessoa que me diz pra continuar a ler hahaha. acho que esse mês irei dar uma chance para o livro. Muito obrigada pela dica, Robson.

      Excluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!