Resenha: 100 escovadas antes de ir para a cama - Melissa Panarello

Editora: Objetiva
Ano: 2004
Páginas: 157
SARAIVA - FNAC



No inverno europeu de 2002, longe dos olhos da mãe e do pai, a jovem italiana Melissa Panarello começou a escrever um diário em que relatava, sem pudores e meias palavras, as precoces e variadas experiências sexuais vividas por uma colegial entre os 15 e os 16 anos. A história de Melissa começa quando ela perde a virgindade aos 15 anos de idade. A descoberta de um mundo novo e diferente, o desejo de amar e se sentir amada e a ilusão de encontrar este sentimento através do sexo. É esse o ponto de partida para um relato que mistura de forma provocadora ficção e realidade, num vasto e surpreendente rito de iniciação sexual. Durante dois anos a protagonista do livro experimenta as mais diferentes práticas sexuais, como se desejasse, através delas, transcender o corpo.


Classificação:  



"Depois do telefone, quero aquilo que você já sabe, ou seja, ocupar um espaço no meio dos pensamentos dele. Mas antes você já sabe muito bem o que eu tenho que dar..." Página 40

Melissa é uma adolescente negligenciada por seus pais e que descobre seu corpo e a sexualidade sem qualquer acompanhamento. A jovem mulher se envolve com um rapaz mais velho, Daniele, e quando ele não responde mais ao que ela deseja Melissa parte para outras experiências. Aos 16 anos a garota já esteve com mais homens do que algumas pessoas ficam durante toda a sua vida, sim, Melissa é rodada. Como se não bastasse fazer sexo com diversos homens, ela participa de orgias e perde o controle de suas ações. Como uma forma de se acalmar, acaba dando 100 escovadas no cabelo antes de dormir, pois acredita que assim estaria limpa novamente. 

"Sei muito bem que às vezes o diabo se apresenta sob falsas vestes e só revela a verdadeira identidade depois de ter te conquistado. Primeiro te olha com olhos verdes e brilhantes, depois te trata carinhosamente, te dá um beijo leve no pescoço e em seguida te engole." Página 80

100 escovadas antes de ir para a cama foi um livro que acabei lendo por causa do filme, pois eu ainda acreditava que algo salvaria a produção... mas me enganei. O livro é fácil de ser lido e tudo mais, só que não consegui captar o que a Melissa (que por sinal é a autora) estava pensando no momento que decidiu se tornar uma prostituta. Pode parecer meio pesado, mas nada mais é do que ela vender seu corpo, porém Melissa não recebia nada por isso. Aos 16 anos ela já havia saído com homens casados, com seu professor, participado de uma orgia com mais de 5 homens e tantas outras experiências que não passam pela cabeça de qualquer um de vocês. Acabei não gostando do livro, assim como do filme, mas fica a dica para quem quer conhecer um pouco mais sobre a vida da autora e suas aventuras.


"Eu queria chorar, mas me segurei. Minha mãe não sabe que os diamantes do rei foram para mim as cruas bestialidades de homens grosseiros e incapazes de amar." Página 132

2 comentários:

  1. É uam versão de Bruna surfistinha européia, né? Eu também não consigo entender o que se passa na cabeça dessas meninas...eu estava curiosa por este livro, pois já havia escutado esse título em algum lugar, mas com a sua resenha eu desisti de dar uma chance.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Como vai?
    Não sabia que tinha o livro, pensava que era apenas o filme - o qual também não assisti. Várias vezes pensei em assistir "100 Escovadas Antes de Dormir", sem saber sobre o que falava, e agora que sei qual é a história, prefiro não cogitar a possibilidade. Bem, não faço ideia do que essas pessoas têm na mente; o que quer que tenham feito não precisa necessariamente registrado em um livro - Bruna Surfistinha e Noites Italianas são ótimos exemplos, também. Adorei a resenha.
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!