Resenha: A Irmã da Sombra - Lucinda Riley (As Sete Irmãs #3)

Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 512
Tradutor: Fernanda Abreu

Em A irmã da sombra, terceiro volume da série As Sete Irmãs, duas jovens igualmente determinadas, porém de séculos distintos, conectam-se por meio de diários que retratam uma vida intensa de superação, amor e perdão.

Estrela D’Aplièse está numa encruzilhada após a repentina morte do pai, o misterioso bilionário Pa Salt. Antes de morrer, ele deixou a cada uma das seis filhas adotivas uma pista sobre suas origens, porém a jovem hesita em abrir mão da segurança da sua vida atual.

Enigmática e introspectiva, ela sempre se apoiou na irmã Ceci, seguindo-a aonde quer que fosse. Agora as duas se estabelecem em Londres, mas, para Estrela, a nova residência não oferece o contato com a natureza nem a tranquilidade da casa de sua infância. Insatisfeita, ela acaba cedendo à curiosidade e decide ir atrás da pista sobre seu nascimento.

Nessa busca, uma livraria de obras raras se torna a porta de entrada para o mundo da literatura e sua conexão com Flora MacNichol, uma jovem inglesa que, cem anos antes, morou na bucólica região de Lake District e teve como grande inspiração a escritora Beatrix Potter. Cada vez mais encantada com a história de Flora, Estrela se identifica com aquela jornada de autoconhecimento e, pela primeira vez, está disposta a sair da sombra da irmã superprotetora e descobrir o amor.

Classificação:       


" - Pode ser, mas ainda não reuni coragem. A verdade é que a considero minha heroína. Espero que um dia minha vida se pareça com a dela. 
- Como assim? Uma velha solteirona cuja única companhia são os animais e as plantas?
- Uma mulher independente que tem o próprio dinheiro e pôde escolher o próprio destino, você quer dizer? - rebateu Flora." Página 137


A Irmã da Sombra é o terceiro livro da série As Sete Irmãs, de autoria de Lucinda Riley e publicada pela Editora Arqueiro. Esta é uma série que me conquistou logo nos primeiros capítulos e a cada livro fico ainda mais angustiada para saber qual é a ligação das irmãs adotadas por Pa Salt nos mais diversos cantos do mundo. 

Neste terceiro volume conhecemos Estrela D’Aplièse, adotada por Pa Salt pouco antes da chegada de Ceci, as duas cresceram juntas e uma ligação extremamente forte cresceu ao longo dos anos. Com a morte do pai, Estrela começa a questionar tudo o que viveu durante a infância e busca criar uma história só sua, sem sempre estar à sombra de Ceci. As duas estão vivendo em um apartamento em Londres e Ceci está passando a maior parte do tempo na faculdade, o que dá tempo de Estrela buscar independência ao mesmo tempo em que vai atrás de informações sobre o seu passado - Pa Salt deixou informações para todas as filhas caso queiram ir atrás de sua origem. Estrela encontra uma pequena livraria mantida por Orlando e ao visitá-la acaba conseguindo um emprego, o que torna mais fácil as suas buscas já que o rapaz também é descendente de Flora MacNichol, o ponto de partida deixado por Pa Salt para a origem de Estrela. 

Aos poucos a mulher começa a se conectar com a família de Orlando: seu irmão Mouse, a prima Marguerite e o filho dela, Rory. Trabalhando na livraria e ficando de babá de Rory, já que o garotinho é surdo e Estrela sabe se comunicar em libras, seu tempo é totalmente ocupado e faz com que a difícil separação de sua irmã comece a se encaminhar. A irmã da Sombra é um livro fantástico e traz a história de duas mulheres fortes buscando encontrar seu lugar no mundo, Flora acaba tendo que deixar de viver com a pessoa que ama por causa de conflitos familiares, já Estrela precisa se desconectar da irmã de quem era extremamente dependente para, enfim, começar a viver. 


"Nada durava para sempre, ponderou, embora os seres humanos esperassem que sim. Tudo que se podia fazer era aproveitar as situações enquanto possível." Página 416



Poderia ficar por horas rasgando elogios para a Lucinda Riley e todos os seus livros já que sou apaixonada por sua escrita. Mas A Irmã da Sombra é excepcional, a leitura é fluida e a história de Estrela é sensacional, suas descobertas, a vontade de ser uma mulher independente, mas ao mesmo tempo o medo de se separar de Ceci fazem a história ser ainda mais dura para a protagonista. Flora MacNichol é também uma personagem interessante, sua vida voltada para a família que aos poucos muda drasticamente e foge de seu controle faz com que o leitor se emocione com as suas decisões ao longo da vida. 

Sobre a edição não tenho ressalvas, a capa é linda e apesar de ter imaginado Estrela bem diferente, acabei acostumando com o passar dos capítulos. O livro mescla entre a história de Flora e as pesquisas de Estrela, porém os capítulos são bem divididos e não cansam o leitor de tanto ir e voltar no tempo. A diagramação está simples e satisfatória, a revisão está ótima, tornando a leitura fluida - apesar de ser um livro de tamanho considerável -. A história é emocionante, personagens bem construídos e os locais são descritos para transportar o leitor para a rotina de Estrela, sendo assim A Irmã da Sombra ganhou seu lugarzinho em minha lista de favoritos e confesso que estou ansiosa para conferir o próximo volume e  ver como Ceci está encarando a separação da irmã. 



"- Vou logo avisando que talvez não seja exatamente o que você quer escutar; o conto de fadas era Atlantis... mas essa era a nossa vida de antes, e não vai mais ser assim. Só não esqueça uma coisa: a única responsável pelo seu destino é você. Mas é preciso ajudá-lo a acontecer. Entende o que estou dizendo?" Página 434




11 comentários:

  1. Oi Rafa!
    Acompanho as resenhas dessa série por aqui desde o primeiro livro e acho que cada vez fico mais curiosa pra ler algo da Lucinda, e saber a ligação das irmãs. O terceiro livro pelo que pareceu não perdeu a qualidade comparado aos outros, o que mostra a qualidade da autora. Realmente me parece uma boa obra.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Lucinda é incrível, né?
    A irmã da sombra é lindo; que lindo poder ver o desabrochar da Estrela.
    Também gostei muitíssimo da Flora.
    Como sempre Lucinda nos surpreende e tem a capacidade de conectar os personagens maravilhosamente bem.
    Amo!
    A história da Ceci também é maravilhosa.
    Se prepara para se surpreender e se emocionar. Será uma nova Ceci.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Rafa!
    Sou uma eterna apaixonada da Lucinda e dessa série dela li apenas o primeiro volume.
    Quero muito poder acompanhar a saga de todas as irmãs e os mistérios que as envolvem.
    Adorei sua análise.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Um homem pode ser destruído, mas não derrotado.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafa.
    Ainda não li essa série da autora, mas vi diversas resenhas positivas sobre ela.
    Li apenas um livro da autora e gostei bastante da escrita.
    Vou procurar pelo primeiro livro da série e espero gostar.
    É bom saber que esse terceiro livro é bem surpreendente e que até se tornou seu favorito!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rafaella!
    Com certeza o dilema pelo qual a Estrela está passando - a vontade de ser independente mas ao mesmo tempo com medo de se separar da irmã - não é fácil, quantos de nós já passamos por isso?!...
    Em relação a série As Sete Irmãs, confesso que não tenho interesse em ler, provavelmente é porque eu prefiro romances e pelo que eu pude entender as histórias dos livros dessa série da Lucinda Riley são histórias de autodescobrimento, o que confesso não faz o meu estilo de leitura...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafaella,
    Apesar de todo ar de mistério é o drama familiar que chama minha atenção nessa história. Estrela vive uma realidade bem comum na vida de muitas pessoas que é a busca por sua identidade enquanto tenta manter uma boa relação familiar. Muitos irmãos vivem uma conexão tão forte que crescem na sombra um do outro e isso não é ruim quando se é criança, mas na vida adulta isso pode ser um grande problema. Não conheço a escrita da Lucinda Riley, mas sempre ouço ótimas críticas sobre suas obras e com As sete irmãs não está sendo diferente. Com uma história que promete descobertas e crescimento pessoal, A irmã da sombra conseguiu me deixar muito interessada pela leitura dessa série.

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de livros que, de alguma forma, conectam pessoas de séculos ou lugares diferentes e, o fato de não saber como elas estão interligadas deixa tudo mais misterioso(e melhor, claro). E adoro ainda mais quando esses livros apresentam mulheres fortes, independentes!!! Com certeza lerei!

    ResponderExcluir
  8. Que vergonha! Conheço a autora, mas não estou lembrada da série. Algo que vou atràs do prejuízo, pois gostei da história. Tipo de história que me encanta e que tenho facilidade em acompanhar.

    ResponderExcluir
  9. Eu sou apaixonada na escrita da Lucinda, ela sempre me deixa completamente envolta na leitura.
    Eu estou louca para ler está série para saber mais sobre essa ligação entre as irmãs.
    Adorei a resenha!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Nossa não conhecia essa autora, mas adorei esse livro. Que loucura essa história, imagina como deve ser difícil sair daquela zona de conforti e ir mexer em um passado que você nem faz ideia de como é ? por outro lado a personagem se mostra extremamente forte e disposta a abrir mão da super proteção da irmã e ir em busca de caminhar com seus próprios pés. Acho que tem tudo pra ser um livro emocionante que te prende a cada pagina.

    ResponderExcluir
  11. Ola!
    Eu tenho muita curiosidade pelos os livros dessa autora, sempre que leio resenha dos livros dela me deixa bem apaixonada pela trama. Esse livro tem uma premissa ótima e os outros livros também. Espero poder ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!