Resenha: Um Novo Amanhecer - Cinthia Freire

Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2014
Páginas: 376

Giulia está arrasada! seu namoro chegou ao fim e ela não sabe o que fazer. Leo está confuso e com medo, seu tempo está acabando e ele não quer magoar sua namorada. Zyon é um anjo perdido e apesar de saber que está em uma missão na Terra, ele não tem ideia exatamente do que o aguarda. Em uma tarde chuvosa o caminho dos três se cruzam de forma trágica e comovente. 


UMA GAROTA APAIXONADA
UM RAPAZ DOENTE
UM ANJO PERDIDO

Eles serão capazes de lidar com a força do verdadeiro amor? 

 Classificação:


"Foram os melhores dias da minha vida, com certeza. Eu estava em êxtase. Tinha o namorado dos sonhos de qualquer garota e era completamente apaixonada por ele. Estávamos sempre juntos e eu não precisava de mais nada em minha vida. Tudo era perfeito, como todo primeiro amor. Eu não comia direito, não dormia direito, vivia com borboletas no estômago, como se vivesse em uma montanha-russa. Mas, mesmo assim, era a garota mais feliz do mundo. Pelo menos fui, por exatamente dois anos." Página 60

Solicitei Um Novo Amanhecer para a Novo Século porque achei a capa muito bonita, sim, eu faço isso de vez em quando. A sinopse me chamou atenção e isso foi suficiente parar querer lê-lo. 

A obra conta a história de Giulia, uma jovem que acabou de se mudar e está perdida em seu primeiro dia de aula. Ao tentar achar sua sala, a garota conhece Leonardo e algum tempo depois os dois se tornam inseparáveis. Depois de algum tempo como amigos, Leo se apaixona por Giulia e começam a namorar. Tudo ia muito bem, até o momento em que Giulia descobre o passado de Leo. O garoto está muito doente, aos poucos seus amigos se afastam e ele é privado de atividades rotineiras porque se cansa muito. Antes de Giulia permanecer com ele, o garoto termina o namoro para poupá-la, mas ela o convence que deve sempre permanecer ao seu lado. 

É neste ponto que história de Giulia começa a se complicar, com o namorado doente e desacreditada da vida a jovem de dezenove anos precisa continuar lutando com a ajuda de seus amigos Aline e Junior. Contudo, Zyon entra na vida de Giulia e pode ser o que a garota precisa para não desmoronar. O anjo é enviado com uma missão para a Terra, mas nem ele sabe qual é seu dever junto dos humanos. Uma história de amor e perda, que conquistará até os mais durões.
 

"Era tudo o que eu mais queria na vida: ir para casa. Mas, há tempos, deixei de esperar um milagre. Eles me abandonaram e minha existência se resumia a uma agonia eterna à espera de completar uma missão que nem ao menos conhecia." Página 139



Cinthia Freire conseguiu apresentar ao leitor uma história boa, que se sustenta e emociona todos os que têm contato com Um novo amanhecer. Como leitora fanática por esse gênero de leitura, simplesmente amei o livro. A autora soube compor uma história bonita sobre primeiro amor, perda, superação e tantas outras questões. 

O que me fez dar a classificação 3 para o livro é a revisão. Acho louvável a editora ter um selo apenas para literatura nacional, mas a revisão destes livros costuma ser precária. Por exemplo, perdi as contas de quantos "balançei", 'começei' e outras palavras semelhantes apareceram durante a leitura. Durante a renovação das parceiras, já dei esse toque para o editorial caprichar nas revisões deste selo, já que para mim é um dos pontos negativos da editora. A diagramação está boa, letras em bom tamanho e as divisões de capítulos apresentam um elemento essencial para o decorrer da história. Como já falei, a capa me conquistou e com a leitura você saberá o motivo dela ser assim. Sem dúvidas, recomendo a leitura de Um novo amanhecer, mas tenha paciência para concluí-la apesar dos probleminhas de revisão.



"- Confie em mim. Eu prometo, tudo vai ficar bem.
Ele se foi, me deixando sozinha, sem entender o que tinha acontecido e como eu faria para viver daquele dia em diante." Página 359

6 comentários:

  1. A sinopse me chamou bastante atenção e isso já me faria ter vontade de ler o livro. Mas acho essencial que um livro seja bem revisado, costumo me incomodar bastante quando encontro erros. Não gosto de rabiscar livros, mas sempre que encontro um erro, fico com vontade de riscar e corrigir a palavra, de tanto que isso me incomoda, então acho que isso realmente é um ponto negativo. Mas no fim das contas, se a trama é boa, isso é o que realmente importa.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro.
    Estava gostando até chegar na parte sobrenatural... não gosto de tramas que desembocam por essa vertente.
    Erros de revisão atrapalham e muito o desenrolar da leitura.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro. Em relação a capa, gostei dela se as imagens fosse em separo, juntas ficou meio esquisito. Agora o enredo parece ser muito bom e já anotei o título.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Caramba, que tipo de erro grotesco, alguém ta dormindo durante a revisão, alias, a própria autora deve ter dormido na hora de escrever "balançei'. Fora isso o livro parece ter uma história muito bonita.

    ResponderExcluir
  5. Olá Rafa!
    Achei interessante o livro.
    Erros de revisão ninguém merece, mas acaba que sempre acontece. Deixa passar quando o livro é muito bom, mas será que é o caso deste? fiquei curiosa para descobrir, beijos

    ResponderExcluir
  6. Quase comprei esse livro uma vez, mas aí acabei desistindo. No dia seguinte achei três pessoas na blogosfera que deram nota cinco e favoritaram o livro *-* não sei se o leria, por um lado tenho curiosidade de conhecer a história, por outro, acabaria me irritando com os erros *-*

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!