Resenha: Se eu ficar - Gayle Forman

Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 224
Tradutor: Amanda Moura

Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas. 

 Classificação:


 "O problema eram as dúvidas. As mesmas dúvidas perturbadoras que sempre tive em relação a não fazer parte de alguma coisa. Eu sentia como se não fizesse parte da minha família e agora era como se eu não pertencesse ao mundo do Adam, exceto pelo fato de que, diferentemente da minha família, que tinha um vínculo comigo, Adam havia me escolhido. E isso eu não conseguia compreender. Por que ele se apaixonou por mim? Não fazia o menor sentido." Página 79


Mia Hall, aos dezessete anos, tinha uma vida normal. Seus pais, Kat e Denny, deixaram a vida de shows para trás assim que Teddy nasceu. Agora, aos 8 anos, Teddy deseja ter todas as experiências que sua irmã mais velha teve ainda bebê, quando era carregada aos shows por seus pais. É neste ponto em que entra Adam, namorado roqueiro de Mia, que está levando-a a deixar seu violoncelo um pouco de lado e experimentar estilos musicais diferentes do clássico. 

Mia sonha em entrar para a Juilliard School, a mais conceituada escola de artes, morando no Oregon, a garota tem aulas particulares com Christie, que faz com que o potencial de Mia se eleve a cada aula. A vida da garota era perfeita até o dia em que seus pais decidiram tirar uma folga das obrigações e fazer um passeio em família. Um acidente ceifou a vida de Kat, Denny e Teddy, mas não a de Mia. Ainda não. A jovem está fora de seu corpo, observando tudo o que acontece com as pessoas que ama. E precisa decidir se vale a pena ficar, lutando contra a dor e a perda. Um livro que mostra a capacidade que temos de aprender, lutar e superar as adversidades.


 "Willow está aqui. E, se está aqui, no meu hospital, isso significa que não há nenhum motivo para ela estar no hospital dela. Eu a conheço o bastante para saber que ela jamais o deixaria lá, sozinho. Mesmo que eu esteja aqui, ela teria ficado com ele. Ele estava todo quebrado e foi levado para que ela o consertasse. Ele era o paciente dela. Sua prioridade." Página 127


Quando o filme saiu, fiquei interessada em ler a obra antes de conferir a adaptação e foi exatamente isso que fiz. Em setembro, ganhei o livro de aniversário e terminei a leitura em poucos dias. Confesso que o livro me agradou, mas não foi tudo aquilo que eu imaginava que seria. Agora, depois de ler Para onde ela foi, acabei gostando mais da história e me apaixonando pelos livros. 

Essa é uma história de superação, Mia é uma garota forte (apesar de, algumas vezes, eu querer socá-la para que ela crescesse). Se eu ficar é narrado em primeira pessoa, por Mia, e mescla cenas do passado com situações posteriores ao acidente que vitimou sua família. Adam, neste livro, é um garoto apaixonado que faz tudo para recuperar Mia, deixando de lado tudo o que deseja apenas para vê-la bem. Kim, melhor amiga de Mia, também aparece bastante durante a leitura e é a personagem que mais gostei. Não posso dizer que é um dos melhores livros que já li, mas posso afirmar que é uma história única e que vai encantar pela simplicidade da narração e essa mistura de sentimentos que a autora conseguiu trazer aos leitores. 

O livro me encantou pela capa e sinopse, além da divulgação da editora (com o aplicativo que os leitores podiam recriar a capa do livro com suas próprias fotos). Quando finalizei a leitura, pulei logo para o segundo livro já que encontrei em promoção e ao lê-lo Adam subiu em meu conceito, mas isso será abordado na próxima resenha. A revisão do livro está boa, assim como a diagramação, que remete às partituras de Mia. Um livro recomendadíssimo e não vejo a hora de assistir a adaptação e morrer de amores pela história de Mia e Adam.



"Não é como se eu quisesse outra cirurgia. Mas Teddy se foi. Mamãe e papai também. Hoje de manhã, saí com a minha família para um passeio de carro. E agora estou aqui, mais sozinha do que nunca. Tenho dezessete anos. As coisas não deveriam ter acontecido dessa forma. Não é isso que deveria ter acontecido com a minha vida." Página 136

7 comentários:

  1. Me interessei bastante por esse livro desde a divulgação que foi feita com relação ao filme. Pela sinopse parece ser um bom livro, mas a sua resenha me deixou um pouco desconfiada quanto a qualidade do mesmo, talvez a boa divulgação tenha criado grandes expectativas nas pessoas e por isso possa decepcionar. Mas pretendo lê-lo e tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei bastante desse livro, conseguiu me emocionar no final e é uma história muito bonita. O filme também não deixa a desejar ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu achei que não fosse gostar desse livro, mas acabei gostando e muito. Não foi a melhor leitura do ano, mas foi agradável. Depois de ler Para onde ela foi acabei gostando mais do primeiro, assim como você rs

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito desse livro, e me emocionei bastante com a história da Mia.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é bem elogiado.
    Não vi o filme, pois só gosto de ver depois de ler a obra.
    Não tenho o segundo, quando adquiri-lo, aí lerei os 2, rs.

    ResponderExcluir
  6. Pensei que já tinha comentado aqui...
    Esse livro fez bastante sucesso e obteve bons elogios.
    Não vi o filme, pq gosto de fazer a leitura antes.
    Pretendo ler os 2, só tenho esse volume, ainda não adquiri a continuação.

    ResponderExcluir
  7. E um otimo livro, por isso estou participando do top comentárista! Boa sorte pra mim! ;)

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!