Resenha: Para onde ela foi - Gayle Forman

Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 240
Tradutor: Santiago Nazarian

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos, e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce. 


Classificação:




"Então é assim que ficou? É assim que eu fiquei? Uma contradição ambulante, sou cercado por gente e me sinto sozinho. Clamo por um pouco de normalidade, mas, agora que tenho um pouco, é como se não soubesse o que fazer com isso, não sei mais como ser uma pessoa normal." Página 32


Adam Wilde foi um dos afetados pela tragédia da família Hall. Sua namorada, Mia, sofreu um acidente de carro e perdeu toda a sua família. Recuperou-se, depois de meses, mas nunca mais foi a mesma. Agora, três anos depois, a banda de Adam está conhecida por todo o mundo e ele é um astro do rock, porém sua vida está longe de ser perfeita.

Mia Hall foi para Juilliard e algum tempo depois de iniciar os estudos acabou cortando o contato com seu namorado sem quaisquer explicações. Adam, apesar do sucesso da Shooting Star, ainda sofre com o abandono e recorre aos remédio e cigarros para aplacar a tristeza. Sua namorada atual, Bryn, diz que está lutando contra o fantasma de Mia e a rotina de Adam é bagunçada quando a musicista retorna para sua vida.  Buscando respostas, o jovem vai atrás de Mia para finalmente entender qual é o motivo para a garota tê-lo abandonado e isso poderá modificar o destino de todos os que convivem com os ex-namorados. Um livro envolvente que nos mostra como um acontecimento pode alterar a vida das pessoas que, à principio, não foram tão afetadas quanto as vítimas.

"Quem quer que diga que o passado não está morto voltou no tempo. É o futuro que já está morto, já acabado. Essa coisa toda foi um engano. Não vai me deixar rebobinar. Ou desfazer os erros que cometi. Ou as promessas que fiz. Ou tê-la de volta. Ou ter a mim mesmo de volta." Página 124


Para onde ela foi é um livro emocionante e que me fez gostar ainda mais da escrita de Gayle Forman. Como falei na resenha de Se eu ficar, não havia achado o volume anterior tão bom, mas isso mudou neste segundo volume. Adam é um jovem problemático e que teve a vida modificada pela tragédia da família Hall. Agora, três anos depois, o garoto ainda sofre com o abandono de Mia e toda a sua vida é pautada neste acontecimento. Apesar do sucesso, dinheiro e mulheres, ele ainda não superou a perda e agora busca uma conclusão para essa história. Em Se eu ficar, eu não gostei muito de Adam, mas em Para onde ela foi nos é mostrado um Adam totalmente diferente: dependente, amoroso e fiel. 

O livro segue a diagramação do volume anterior e as páginas contam com ilustrações de notas musicais, remetendo ao principal ponto que unia o casal. Notei que a revisão pecou em alguns pontos, principalmente na transição entre falas dos personagens e a narração, que deveria contar com travessão, então neste ponto o livro deixou a desejar. O bacana desse livro é que apesar de ser contado por um personagem diferente, ele narra acontecimentos diferentes do primeiro livro, tornando a leitura ainda mais agradável. Confesso que apesar de a história ter sido finalizada, ainda espero que a autora faça um terceiro livro para a coleção, pois eu adoraria ver como terminará a história de Adam e Mia. 

"Nos piores momentos - quando as coisas estavam bem negras - em que eu tentei invocá-la, fazer com que ela respondesse de volta, nunca funcionou. Só ouvia a mim mesmo. Se eu quiser a voz dela, tenho de recorrer a lembranças. Pelo menos tenho muitas dessas." Página 139


9 comentários:

  1. Eu gostei bastante desse livro, mas achei que o final ficou um pouco sem pé nem cabeça. Não percebi que tinha acabado até encontrar a página de agradecimentos ou o que quer que tenha vindo depois *-* me decepcionou um pouco...

    ResponderExcluir
  2. OMG terminei de ler Se eu ficar nesse final de semana e estou louca para ler esse livro *-*
    Tem o primeiro capítulo dele no primeiro livro e adorei a ideia de ele ser narrado pelo Adam e me bateu uma curiosidadeee horrível kk
    Que inveja de você, cê já leu haha
    beijoos
    Sublimar-me

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que tinha uma continuação, mas também achei a sinopse interessante, ainda mais por ter a visão de outro personagem, e da mesma forma como acho que gostaria de ler o primeiro livro, isso também se aplica a esse segundo.

    ResponderExcluir
  4. gostei bem mais dessa história que a anterior, achei o enredo mais surpreendente e mais fortemente marcado pela dor de Adam, isso me atraiu, pois me deu mais certeza de suas mágoas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Também notei esses errinhos nos diálogos entre eles, mas nada que prejudicasse tanto assim. Eu adorei esse segundo livro, foi bem melhor que o primeiro, eu senti bem mais emoção. E também gostaria de um terceiro livro, mesmo que rapidinho só pra saber como ficou a vida dos dois, se o Adam recuperou seu amor pela música e tudo mais. Acho que foi uma coisa ficou faltando pra mim.

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li a continuação, mas está na lista. Vou ver se leio agora em janeiro.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito desse livro, gostei ate mais do que do primeiro, tive uma relação de amor e odio com essa duologia, mas no final deu tudo certo e gostei, recentemente ganhei o outro livro da autora de presente, e estou bem curiosa para ler, espero que seja tão bom quanto..
    Beijinhos
    http://do-youlove.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Erros de revisão sempre atrapalham a leitura, aff.
    Pelo que vc falou, até parece outro personagem e não mesmo do primeiro livro.
    Bj.

    ResponderExcluir
  9. Pelo jeito que vc falou, parece até que são personagens diferentes e não o mesmo.
    Será que vai rolar um terceiro volume? É realmente necessário?
    Bj.

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!