Resenha: Eu nunca... - Sara Shepard

Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano: 2014
Páginas: 288





Autora da bem-sucedida série Pretty Little Liars, Sara Shepard mostra que sabe mesmo prender a atenção dos adolescentes com histórias que mostram o lado obscuro de garotas bonitas e cheias de segredos. Segundo volume de sua outra série de sucesso, The Lying Game, Eu nunca... traz a jovem Emma Paxton vivendo sob a identidade de sua irmã gêmea morta. Mas quanto mais revira o passado de Sutton para descobrir quem a matou, mais a vida de Emma está em perigo. Afinal, todos a sua volta são suspeitos, nesta intrincada trama de mistério, intrigas, romance e reviravoltas.




Classificação:     




"Por um instante apenas, ela sentiu uma pontada de nostalgia por sua vida antiga, sua vida segura - algo que nunca imaginara sentir na época dos lares temporários. Havia chegado em Tucson imaginando que encontraria tudo o que sempre desejou: uma irmã, uma família para torná-la completa. Em vez disso, encontrou uma família que estava destruída e nem sabia, uma gêmea morta cuja vida parecia mais complicada a cada minuto e assassinos em potencial espreitando em todos os cantos." Página 18


Conheci The Lying Game em 2012 por causa da adaptação feita das obras, a série durou duas temporadas e na mesma época fiz a leitura do primeiro livro que ainda não tinha sido lançado no Brasil. A série foi cancelada e as obras ainda estavam na minha lista de desejados, então imaginem a felicidade que fiquei quando consegui a parceria com a Rocco que além de ser uma excelente editora, poderia solicitar o restante dos livros de The Lying Game e conhecer mais sobre Emma e Sutton. 

Eu nunca... é o segundo volume da série e neste livro já estamos mais adaptados com o que Emma está passando ao precisar viver com o segredo da irmã morta e se passar por ela para todos, a não ser Ethan, que descobriu   sua farsa desde o início. Durante a narração, a autora faz questão de incluir novos personagens e possíveis assassinos de Sutton, como as "Gêmeas do Twitter" que estudam na mesma escola e Thayer, irmão de uma das melhores amigas de Sutton, e que desapareceu pouco após a irmã de Emma. Apesar de ter certeza de que a irmã está morta, Emma ainda busca a identidade do assassino e os motivos pelos quais o fez, além de ter sangue frio de se passar pela irmã morta e convencê-la a ir para Tucson, para então coagir a garota a se passar pela gêmea recém descoberta. 

A história parece um tanto confusa da primeira vez que temos contato com a trama, porém é uma das minhas séries favoritas e o livro não deixa a desejar. De leitura rápida, a história dá algumas voltas e para a infelicidade dos leitores parece cada vez mais complicado descobrir o que realmente aconteceu com Sutton. As frases espirituosas que Sara Shepard incluiu como se fossem pensamentos de Sutton, já morta, são um ponto interessante da história e por algumas vezes dei boas gargalhadas com elas. Estou ansiosa para ler o volume seguinte, já que na série o Thayer era um dos personagens que mais chamavam a minha atenção e apesar de ser bastante mencionado em Eu nunca... acabou não aparecendo, para minha tristeza. 

A edição da Rocco está ótima - bem melhor do que a do meu primeiro volume - a capa segue o padrão da série, dando uma identidade visual para a coleção. Os capítulos são bem divididos e a leitura é fluida, a revisão e a diagramação estão ótimas. Não vejo a hora de receber o próximo volume, Duas verdades e uma mentira, e continuar a desvendar o que aconteceu com Sutton Mercer e por quanto tempo Emma terá que viver cercada de mentiras. 


"Pode acreditar, eu não tinha sido o tipo de garota que buscava o significado das coisas quando estava viva, não lia filosofia nem rezava para Buda ou seja o que for. Mas essa oportunidade com Emma, por mais assustadora que fosse, fazia com que me sentisse meio... abençoada. E também indigna. Eu claramente havia sido uma idiota em vida; por que estava recebendo essa dádiva especial? Ou será que isso acontecia com todo mundo depois da morte, ou pelo menos com aqueles que tinham assuntos inacabados?" Página 140 

6 comentários:

  1. Oi Rafaella,
    Também conheci The Lying Game através da adaptação e apesar de ter gostado da série (e achar uma pena não terem concluído) nunca tive interesse na leitura dos livros, o mesmo serve para a outra série da autora. A parte do assassinato de Sutton é até interessante, pois na TV não é assim que acontece. Há mais mistério neste livro e, consequentemente, mais suspeitos. Apesar de achar um pouco estranho a Emma assumir o lugar da irmã, há muito mais nessa história do que ela aparenta.

    ResponderExcluir
  2. Oi Raffa,
    Não fazia idéia de que essa séria também tinha sido adaptada, mesmo ainda não tendo lido os livros da autora, adoro GG, e claro que eles também fazem parte da minha lista de desejados.
    Olha, essa história me lembra muito uma de terror que li, que viagem se passar pela irmã morta, isso se estiver morta né, porque a autora pelo visto gosta de surpreender.
    Já quero ler!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Sabe aquele tipo de livro/série que tem a maior curiosidade, mas ainda não viu e leu nada? Essa se enquadra nesse estilo para mim, sempre quando os livros tem adaptações acaba atiçando ainda mais nossa curiosidade, e este ano tenho meta de ler algo, ao menos o primeiro livro, pois gosto do gênero. E esta tua resenha somente me deixou mais curiosa!

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia o livro e nem a série eu sabia da existência. Que bom que com essa parceria poder ler os livros já que a série acabou cancelada. Acho um descaso com os fãs, não custava pelo menos encerrar igual fizeram com o Sense8. A edição está mesmo linda e o enredo parece interessante.

    ResponderExcluir
  5. Eu não tenho vontade alguma de ler qualquer livro dessa autora Na verdade tem um que eu quero ler as perfeccionistas é livro único e conseguiu chamar minha atenção pelo gênero suspense High School mas tanto a série Pretty Little Liars quanto essa ambas nenhuma me chamaram atenção

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não tinha conhecimento desse livro e nem da série, tem uma ótima premissa. Estarei a procura de ver a série para ver se gosto. É bem interessante a trama é também os mistério que fica envolvo da morte da Irma.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!