Resenha: Dezessete Luas - Margaret Stohl e Kami Garcia

Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 462
Tradutor: Regiane Winarski

Em seu primeiro romance, Dezesseis Luas, Kami Garcia e Margaret Stohl conseguiram um feito invejável: conquistaram o exigente público jovem adulto. Dezessete Luas começa exatamente após os acontecimentos de Dezesseis Luas. Ethan Wate e Lena Duchaness escaparam por pouco de serem reclamados pelas trevas, mas a vitória teve um sabor amargo. Lena vive a dor e o sentimento de culpa pela morte de um familiar e começa a se afastar de Ethan.Auxiliado pelo amigo Link, Ethan vaga pelos túneis subterrâneos da cidade, um mundo secreto, determinado a salvar a amada.




Classificação:    


Pode conter spoilers do volume anterior 


"Aquilo não envolvia só a mim e Lena. Ridley ainda afetava Link, de uma maneira ruim. Não é uma boa se apaixonar por uma Sirena. Apaixonar-se por uma Conjuradora já era difícil o bastante." Páginas 161

Dezessete Luas é o segundo volume da série Beautiful Creatures, de autoria de Margaret Stohl e Kami Garcia. Confesso que comprei o box em uma promoção e ao ler Dezesseis Luas me encantei pela história de Lena e Ethan, então logo que terminei o primeiro livro, parti para a leitura desse - que acabou me deixando um pouco desapontada com o rumo da história. Partindo do final de Dezesseis Luas, em que Lena é invocada (em partes), agora a protagonista precisa conviver com a Luz e as Trevas em seu interior e aos poucos começa a se afastar de seu grande amor.

Ethan acredita que é algo ligado com a maldição da família de Lena, porém não pode perguntar diretamente para ela, então começa uma investigação paralela. Um dia, Lena foge com sua prima encrenqueira e um motoqueiro, sem avisar Ethan, assustado com essa atitude ele começa a pesquisar junto de Link e Liv - a nova assistente da biblioteca dos Conjuradores, e descobrem que Lena está buscando a Grande Barreira. Munidos de mapas entregues por uma das tias de Ethan e com a ajuda da gata Lucille, os três encontram os túneis que podem os levar até Lena e seus companheiros, iniciando uma corrida contra o tempo para salvá-la de suas próprias ações. 

"- Faz sentido que uma porcaria de tesoura de jardinagem consiga abrir uma porta Conjuradora?
- Essa é a beleza da Ordem das Coisas. Eu te disse, há o universo mágico e o universo material. - Liv olhou para o céu.

Meus olhos seguiram os dela.

- Como dois céus.

- Exatamente. Um não é mais real do que o outro em nada. Eles coexistem." Página 317

Dezessete Luas é de tamanho mediano, mas a minha leitura foi lenta, então fiquei com a impressão de a obra ter bem mais páginas do que eu acreditava. A história se arrasta bastante, culminando em algo: tá, e daí? Confesso que esperava bem mais da história e acredito que no próximo livro ela volte a ser interessante como foi em Dezesseis Luas, já que as autoras criaram uma história bem trabalhada para a coleção. Desde que terminei a leitura empaquei para fazer a resenha porque não sabia o que poderia colocar de novo e que acrescentasse na história, o que me fez demorar meses para escrever, então se a resenha ficar meio confusa peço perdão, mas é que realmente não entendi muito bem o propósito desse volume. Caso alguém que tenha lido queira me dar uma nova perspectiva, por favor, fiquem a vontade.

Com relação a edição não tenho reclamações, pois a capa segue o modelo das outras obras e é bem legal. Já a revisão e diagramação tornam a leitura mais fácil, apesar de ser extremamente lenta pela forma com que a narração segue. Gostei bastante do primeiro livro e não vou abandonar a leitura, claro, mas espero de coração que Dezoito Luas seja melhor, pois a série tinha muito potencial em seu início. 

"O tempo todo eu achara que ela estava tentando se livrar de mim, mas ela estava na verdade tentando me libertar. Como se amá-la fosse uma jaula da qual eu não conseguisse escapar." Página 351


11 comentários:

  1. eu não tive coragem de ler esse livro
    eu até gostei do primeiro, mas quando eu olhei sei lá quantos livros que tinham eu pensei: e tem tanta história assim?
    sem falar que os segundos livros estão entrando numa série de "maldição do segundo livro" normalmente são bem piores que o primeiro...
    eu já tinha deixado de lado a série, não me deu vontade de voltar
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rafaella!
    A série Beautiful Creatures não despertou o meu interesse por isso dificilmente eu leria Dezessete Luas, mas eu entendi o que você quis passar na resenha e não a achei confusa... talvez quem sabe nos próximos volumes dessa série você descubra o propósito de Dezessete Luas?!
    E espero que a leitura de Dezoito Luas não seja tão desapontadora para você quanto foi a leitura desse segundo volume..
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Poxa cara pena que você achou que a lena mudou pra pior ;/ eu ainda não li nem o primeiro, mas tenho vontade sabe.
    gostei de saber que esse livro explica muitas coisas, porque geralmente tem aquela "maldição do segundo livro" e nem sempre é tão bom quanto o primeiro.
    pretendo ler essa série assim que der.

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei dessa série, mas os dois primeiros livros não acabaram me conquistando muito. Ele tem um jeito meio enrolado mesmo, vai chegando o final e você fica "aham, tá..." e é isso.
    Acho que a coisa fica legal é do terceiro pra frente. Começa a ter mais situações e mais graça. Vejo esses primeiros como uma especie de introdução, de conhecer os personagens e a história do mundo deles...coisa assim. Meio desnecessário...podiam ter condensado em menos livros. Mas no final acho que vale a pena essa leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Raffa, tudo bem?
    Já tinha visto ela série, mas não sabia do que se tratava. Não consegui me interessar muito por esta leitura, talvez por não ter entendido muito bem a premissa já que peguei a resenha do segundo livro. Vou procurar saber um pouco mais sobre a série e ver se me interesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Assisti ao filme, mas não gostei muito. Por esse motivo nunca cogitei ler os livros.
    É uma pena que o segundo livro não tenha te agradado. Deixa até um pouco de apreensão pra ler o restante, né?
    Para mim, essa é uma série que dificilmente pegarei pra ler.

    ResponderExcluir
  7. Olá, sinto que a autora às vezes enrola demais, não acrescentando nada novo à história o que deixa a leitura lenda e arrastada. Mas acredito que nos próximos volumes as coisas vão esquentar. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Eu assisti ao filme e por isso não me interessei em ler os livros, mas quando vi a promoção dos livros fiquei com muita vontade de ter, porém não deu para comprar. O livro parece ser melhor que o filme. Que pena que neste segundo volume a leitura foi arrastada e que os acontecimentos não tenham atendido as suas expectativas. Esse pode ser o mal do segundo livro das séries...rs... A capa é realmente muito bonita. Ótima resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  9. Rafa!
    Desde o lançamento da série tenho curiosidade de ler porque é um tema que gosto muito: fantasia.
    Mas, ainda não consegui.
    Imagino que esse exemplar seja aquele de passagem, como costumo chamar, onde o primeiro é excepcional, daí vem esse que baixa as expectativas e depois o último traz um final arrasador que nos conquista por inteiro.
    Vou aguardar a resenha do próximo.
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Alguns segundos volumes se arrastam mesmo e é irritante as vezes. Tenho curiosidade pelo sobrenatural que a história traz, mas se nem consegui terminar o filme por achar chato, não tenho tanta vontade de ler os livros

    ResponderExcluir
  11. Essa série está na minha lista de desejados a tanto tempo, que tenho dúvidas se lerei mesmo. Eu gosto de histórias com bruxas e esta batalha entre luz e escuridão, sem falar no romance entre os protagonistas. Quando lançaram o filme eu assisti e não curti tanto como imaginava, mas talvez este tenha sido meu erro, pois deu para ver que a adaptação deixou muita coisa de fora.

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!