Resenha: O Terceiro Testamento - Christopher Galt

Editora: Jangada
Ano: 2017
Páginas: 416

O mundo parece estar enlouquecendo!

Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um adolescente francês assiste Joana D'Arc ser queimada na fogueira, e até tenta tirar uma foto com o celular, e a presidente dos Estados Unidos tem visões de seus antecessores dentro da Casa Branca. Ninguém sabe se essas misteriosas aparições são uma espécie de alucinação coletiva, uma doença virótica causada por bioterrorismo ou se são sinais do Apocalipse. Ocorrem suicídios em massa em várias partes do mundo, e o psiquiatra e neurocientista John Macbeth, à frente de um projeto para criar uma inteligência artificial autônoma, busca freneticamente uma resposta antes que seja tarde demais. Ele descobre que a verdade por trás de tudo pode mudar os rumos da humanidade para sempre. E até custar a sua vida. Uma história eletrizante que o fará questionar sua perspectiva da realidade. E até mesmo a sua sanidade.

Classificação:     


"O que quer que houvesse sucedido, não importava a causa, Boston fora sacudida em todos os sentidos: Macbeth percebia isso nas ruas por onde andava, nos rostos ansiosos e confusos dos transeuntes.
A pergunta de todos era: por que Boston?
Então, relatos do mundo inteiro começaram a chegar." Página 154



O Terceiro Testamento é um thriller de ficção científica, um gênero que não tenho costume de ler, mas solicitei para a editora porque a sinopse me deixou curiosa para conferir a história. Como nos é apresentado, o mundo está sofrendo com alucinações coletivas, pessoas visualizam cenas em que há um tremor, estão pegando fogo dentre tantas outras situações há mortos e feridos, porém nada físico que comprove o que todos passam. O cientista John Macbeth começa a investigar o que está acontecendo e percebe que esta condição está afetando pessoas de todas as idades por todo o mundo, ao presenciar um suicídio, ele começa a juntar os pontos e quer descobrir o que está acontecendo. 

Ao perceber que pessoas de seu passado acabaram cometendo suicídio, Macbeth se envolve com mais afinco nas buscas já que todas as possibilidades passaram por sua cabeça desde uma doença até o Apocalipse. Quando seu irmão descobre fatos que estão sendo mantidos à margem, Macbeth começa a firmar suas teorias, mas tudo pode mudar. Confesso que comecei a leitura extremamente empolgada para conhecer essa história e, sim, ela é diferente de tudo o que já tive oportunidade de ler e não estou falando que isso seja ruim. 

Os capítulos são curtos e de acordo com os personagens que são introduzidos à história, alguns retornam, outros não. Várias possibilidades são exploradas e deixam o leitor cada vez mais perdido em seus pensamentos de teoria da conspiração e se o Apocalipse está próximo, o que torna a leitura bem intrigante, mas bastante arrastada. Por se tratar de ficção científica, acabei um pouco perdida nessas terminologias e demais informações médicas que são inseridas na história que, apesar de serem explicadas, deixaram a leitura lenta. 


"- Ontem à noite, meu marido me trouxe uma xícara de café em meu escritório - disse Margaret Freeman, que tinha permanecido em silêncio até o momento. - Meu marido morreu há três anos, doutor Macbeth. Todos nesta sala tiveram percepções suspeitas na última semana. Se for um vírus, todos estamos infectados." Página 195


O Terceiro Testamento foi publicado pela Editora Jangada e escrito por Cristopher Galt - pseudônimo de Craig Russel, é um dos últimos lançamentos e aquele que mais me chamou atenção para a leitura. Como mencionei anteriormente não tenho familiaridade com o gênero, mas resolvi arriscar e não me arrependi. A história é intrigante, os personagens são abalados psicologicamente e sofrem fisicamente por isso, as teorias são muitas e quando você acha que descobriu, vem o epílogo e joga tudo isso nos ares. 

Gostei bastante da capa já que ela ilustra bem o foco da história das alucinações coletivas e toda a histeria por elas provocada. As páginas são amareladas e ajudam a não cansar muito a visão, porém as letras são pequenas e o livro é extenso - o que torna a leitura um tanto cansativa e pesada. A diagramação está boa, mas achei alguns errinhos na revisão. Para quem gosta de livros de ficção científica, acredito que este seja O Livro, no meu caso tive uma boa experiência com a leitura, sem dúvidas, e pretendo reler mais para frente para ver se absorvo melhor a história, já que é uma trama intrigante do início ao fim. 


"Visões. Visões não podem ferir ninguém. Visões não são reais. Mas aquela coisa à sua frente, embora inacreditável, era tão real quanto qualquer outra com que já houvesse se deparado na vida." Página 235



7 comentários:

  1. Gostei de ter lido um pouco a respeito sobre thriller, já é a segunda resenha que leio a respeito e o gênero me agrada, achei diferente uma pena ser arrastada rsrs, mas acho que agrada a todos os públicos e cativante.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafaella,
    Também não tenho costume de ler ficção científica, mas como a premissa de O Terceiro Testamento promete um thriller também, fiquei interessada na história. Uma epidemia mundial é algo para fazer qualquer um surtar e imaginar diversas teorias que justifique ou explique o que está acontecendo. E é por causa dessa enorme gama de teorias que a leitura pode se tornar cansativa, já que há muito a ser explorado. Não conhecia este livro, mas alguma coisa em sua sinopse me lembrou Caixa de pássaros, que foi um livro que adorei, por isso acredito que irei apreciar a leitura de O Terceiro Testamento.

    ResponderExcluir
  3. Rafa!
    Já eu amo livros de ficções e fiquei fascinada por ver que traz os detalhes das terminologias tratadas no livro.
    Um thriller onde há uma epidemia que pode exterminar os moradores da terra, traz um tremendo suspense e grande curiosidade da minha parte para poder fazer a leitura.
    “A solidão é a mãe da sabedoria.” (Laurence Sterne)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  4. acho que nunca li um thriller com ficção cientifica
    e normalmente são dois estilos que eu curto muito.
    estou aqui curiosa para saber o que foi q aconteceu a única coisa q me deixou meio chateada foi o fato da leitura ser meio arrastada, mas darei uma chance mesmo assim
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Como você, também não costumo ler o gênero thriller de ficção científica, eu não conhecia este livro, mas após ler sua resenha fiquei bem interessada em lê-lo e adicionei ele em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito de ficção e muita vezes as explicações necessárias para tanta coisa que desconhecemos acaba deixando a leitura arrastada ou mesmo chata pq tira o ritmo. O enredo parece ser bastante interessante e a capa gostei bastante tb. Esses errinhos infelizmente estão se tornando muito comum nos livros de muitas editoras, acho que é uma parte que autores e editoras tem tem que se atentar um pouco mais.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  7. Amo thriller, só que ficção me deixa perdidinha hahahaha
    Só que sinopse é essa? Gostei muito, super me interessei
    Já quero descobrir o que é esse vírus e se é realmente um vírus, né?
    E esse epílogo com revelações? Preciso desse livro

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!