Por dentro da tela: Ouija - O Jogo dos Espíritos

Título original:  Ouija
Distribuidor: H2O Films
Ano de produção: 2014




Filme baseado no jogo de mesmo nome, utilizado para estabelecer comunicação com espíritos. De acordo com as regras do jogo, os espíritos fazem uma pedra se mover sobre letras em um tabuleiro, compondo frases destinadas aos jogadores. Na trama, uma adolescente deve lidar com a morte da irmã, e usa Ouija para falar com ela.







Classificação:     



Desde pequenas as melhores amigas Debbie e Laine costumam jogar no tabuleiro Ouija, que tem como função estabelecer a comunicação com os espíritos. Algumas pessoas acreditam, outras não. Quando Debbie, aparentemente, comete suicídio, Laine descobre um vídeo em que a amiga estava arrumando sua casa e encontrou o tabuleiro, além disso nas imagens mostram Debbie conversando sozinha com o tabuleiro, por diversão. 

Laine acredita que a amiga não se matou, mas sim o tabuleiro tem algo a ver com sua morte, então ela, sua irmã mais nova, seu namorado, o namorado de Debbie e uma amiga em comum vão até a casa de Debbie para manter contato com a garota. 

Ao estabelecer o contato com um espírito, os amigos acreditam estar conversando com Debbie, porém isso logo cai por terra e a história do desaparecimento de uma garotinha que aconteceu na mesma casa em que a melhor amiga de Laine morava, vem à tona. Ao investigar essa história, Laine descobre uma pessoa que poderia lhe ajudar a desvendar esse mistério, porém nada é tão fácil quanto ela imaginava.

Confesso que queria muito ver esse filme pela atuação da Shelley Hennig, mas a personagem dela já aparece morta (Debbie), então me decepcionei um pouco nesse sentido. A história é bastante clichê e o filme não é tão assustador quanto imaginava, porém a atriz Olivia Cooke conseguiu segurar as pontas e deu vida à história. Sua atuação foi impecável e com ela pudemos descobrir mais sobre o aparente suicídio de sua amiga, além da história do fantasma com quem o grupo se envolveu. Para quem gostou da história, o filme encontra-se disponível no catálogo da Netflix e vale a pena conferir. 










8 comentários:

  1. Rafa!
    Já assisti outros filmes com enredo parecido e com o jogo, porém esse não conhecia e mesmo sendo clichê, gosto de ver a abordagem dada pelos produtores e diretores.
    Vou dar uma chance e assistir.
    “Ouse saber!(Sapere aude)” (Immanuel Kant)
    cheirinhos
    Rudy

    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Confesso que filme desse tipo não me chama a menor atenção. É coisa que a minha irmã adora ver com as amigas, mas eu mesmo não vejo graça.
    Até quando não tem tanto terror...
    Sei lá, não chama atenção mesmo. Não acho que veria esse filme, mas pra quem gosta e quer ver uma história mais tranquila e clichê mesmo ele parece uma boa dica.

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Confesso que adoro filmes com essa temática sobrenatural.
    Porém tenho um medo horrível depois de assistir kkkkkkk.
    Fiquei um pouco triste por que pelo que descreveu a história é bem clichê e esperada o que é chato né.
    Mas enfim esse eu não tenho curiosidade.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafaella,
    Eu já assisti este filme a algum tempo e na época não achei muito interessante.
    Achei o mesmo do mesmo, um grupo de adolescentes que mexem com coisas sobrenaturais achando que nada vai acontecer, mas sempre acontece. As interpretações também não forma espetaculares, salvo um ou dois. E o final deixou um pouco a desejar!!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de filmes desse tipo, não tenho o menor medo e não sei se acredito nessas coisas, mas vou ver na Netflix. É um mistério a desvendar.

    ResponderExcluir
  6. Tenho muito medo de história como essa, e por isso não costumo assistir nada relacionado, ou parecido. Mesmo você citando que não foi tão aterrorizante quanto parece ser ainda sim, prefiro optar por não assistir. Porém para quem gosta essa e uma boa indicação de filme.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Rafaella!
    Por causa da trama pensei que o filme seria assustador também, por isso fiquei surpresa em saber que não era e que é mais um clichê... Eu particulamente não curto filmes no estilo de Ouija, prefiro filmes de ação, comédia romântica e animação, por isso dificilmente assistiria Ouija.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não assistir a esse livro e não gosto muito dos filmes de terror por isso geralmente corro deles, essa não foi uma historia que me chamou atenção e nem me deixou curiosa, mas para quem gosta de filmes de terror parece ser um filme legal!!

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!