Resenha: Último Sacrifício - Richelle Mead (Academia de Vampiros #6)

Editora: Agir
Ano: 2013
Páginas: 536


Rose Hathaway sempre jogou com suas próprias regras. Ela quebrou as regras quando fugiu da Academia St. Vladimir com sua melhor amiga e a última princesa Dragomir sobrevivente, Lissa. Ela quebrou as regras quando se apaixonou por seu maravilhoso e fora-dos-limites instrutor, Dimitri. E ela ousou desafiar a Rainha Tatiana, a líder do mundo Moroi, arriscando sua vida e reputação para proteger futuras gerações de guardiões dhampir. Agora a lei finalmente pegou Rose por um crime que ela sequer cometeu. Ela está presa pelo mais alto crime imaginável: o assassinato de um monarca. Ela precisará da ajuda de Dimitri e Adrian para encontrar a única pessoa viva que pode atrasar sua execução e forçar a elite Moroi a reconhecer uma chocante nova candidata ao trono real: Vasilisa Dragomir. Mas o relógio está correndo contra a vida de Rose. Ela sabe em seu coração que o mundo dos mortos a quer de volta… E desta vez ela realmente não tem uma segunda chance. A grande questão é: quando sua vida é dedicada a salvar os outros, quem vai te salvar?


                                                                                             Classificação:       


Pode conter spoilers dos livros anteriores.


"- Acredito que minha doce filha seja capaz de cometer um assassinato - disse ele, por fim. - Mas não esse.
- Então quem foi?
- Isso - respondeu ele antes de se afastar - é algo em que estou trabalhando." Página 16


Último Sacrifício, como já leva a crer o título, é o livro que encerra a série Academia de Vampiros, publicada no Brasil pela Editora Agir. Confesso que demorei - pelo que me lembro - umas três semanas para finalizar a leitura já que ainda não estava preparada para me despedir de todos os personagens que me cativaram durante a leitura. 

Neste volume a história progrediu bastante, considerando o final do livro anterior, e as protagonistas estão envolvidas em suas batalhas. Lissa busca mostrar a todos que, apesar de não ter amparo jurídico pode ser, sim, uma boa rainha Moroi e ocupar o lugar tão tragicamente deixado vago por Tatiana. Por outro lado, Rose busca - com a ajuda de seus amigos e família, provar que não foi autora do assassinato da rainha Tatiana. 

Após ser manipulada para escapar da cadeia por Dimitri, Abe e tantos outros personagens, Rose descobre que pode ser a pessoa a encontrar o irmão perdido de Lissa. Sim, a protagonista descobre que o pai de sua melhor amiga teve um filho fora do casamento e esta criança pode ser aquele que irá dar a Lissa a chance de ocupar o lugar de rainha Moroi. Nesta busca, Rose conta com a ajuda de Sydney Sage e outros personagens dos livros anteriores que, à primeira vista, pareciam não ter mais espaço na história. 

Enquanto isso, Lissa, Adrian e Christian estão na Corte, tentando descobrir mais sobre as provas pelas quais Lissa será testada e, também, buscar informações sobre a condenação de Rose. Último Sacrifício conseguiu encerrar a série de forma sensacional, deixando os leitores com um misto de angústia - por deixar personagens tão especiais -, mas também com a sensação de dever cumprido, pois puderam compartilhar com Rose e Lissa as aventuras e descobertas pelas quais as jovens passaram. 

Este é, sem dúvidas, um livro singular e a série é ótima, apesar de ter livros mais mornos, não deixou a desejar em qualquer sentido. Rose e Lissa são garotas fortes e que passaram por provações em cada livro, se separaram, brigaram e voltaram a ser tão unidas quanto antes deixando os leitores com o coração na mão a cada situação perigosa pelas quais elas passaram. 


"- Sabe, às vezes, acho que amo você.
- Às vezes? - perguntou ele, fingindo estar indignado.
Ela bagunçou o cabelo dele.
- O tempo todo, mas tenho que manter você com os pés no chão.
- Pode considerar que estão mantidos." Página 276



Esta é uma das séries que mais me conquistou durante as minhas aventuras literárias. Os personagens foram bem construídos ao longo dos volumes, a história progrediu e fez com que os leitores se apaixonassem, sofressem, gargalhassem e se preocupassem com as protagonistas e seus amigos. Quando li O beijo das sombras pela primeira vez, acabei não me conectando muito com a série, porém adquiri os livros na Black Friday de 2014 e no começo de 2016 decidi reler e adivinhem a minha surpresa ao me apaixonar pelo livro, não conseguindo largar a obra e seguindo a leitura vorazmente. Quando assisti ao filme, adorei a produção e fiquei bem triste quando não continuaram a produzir a sequência e, ainda espero, que façam como Os Instrumentos Mortais e tentem novamente, pois a série tem muito potencial.

Com relação à edição acredito que deixou a desejar, pois existem erros de revisão que me incomodaram um pouco. A capa manteve o padrão das anteriores e não tenho do que reclamar, já que gostei bastante disso na série. A diagramação manteve-se a mesma também, fonte de tamanho bom, sem muitas frescuras, o que contribui para uma leitura fluida. Sem dúvidas é uma série que irei reler mais para frente, me apaixonei pelos personagens e suas provações, assim como dei boas risadas com a Rose e o Christian. Se você ainda tem dúvidas sobre a leitura, aí vai uma dica: não deixe de ler, sem dúvidas irá se apaixonar tanto quanto eu. 


"Sonya encarou Sydney. Dimitri olhou para mim, intrigado. Dei de ombros e então encarei Sydney também. Se alguém tivesse perguntado quem faria a melhor intervenção com uma louca que havia sido um monstro morto-vivo, Sydney Sage teria sido minha última suposição." Página 301


0 comentários:

Postar um comentário

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!