Por dentro da tela: 17 outra vez

País de Origem: EUA
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 102 minutos
Ano de Lançamento: 2009


Mike O'Connell (Matthew Perry) era um astro do basquete quando estava no colégio, mas ao descobrir que sua namorada (Leslie Mann) estava grávida resolveu abandonar seus planos e se casar. Após 20 anos, Mike está infeliz. O casamento não vai bem, seus filhos não o respeitam e a promoção que aguardava no trabalho não saiu. Um dia ele decide visitar o antigo colégio e, ao rever fotos e objetos de sua adolescência, deseja voltar no tempo e ter uma nova chance. Repentinamente seu desejo se realiza, e ele volta a ter 17 anos. Com a ajuda de seu amigo Ned Gold (Thomas Lennon), ele é novamente inscrito na escola e passa a frequentá-la ao lado de seus próprios filhos.


Classificação:   




Comecei a assistir 17 outra vez na HBO e na primeira vez acabei não terminando de vê-lo. Outro dia, com mais tempo, vi que o filme estava passando novamente (HBO se supera nas repetições) e parei para ver, confesso que o filme me agradou. Grande parte do elenco é composta por atores que eu adoro, por exemplo, Michelle Trachtenberg e a Josie Loren.  

Mike está em uma partida decisiva para sua entrada na universidade já que existem alguns olheiros para verificar os talentos nas quadras. Pouco antes sua namorada acaba contando que estava grávida e então ele deixa o jogo na metade e decide se casar e assim iniciar uma família com ela. Passados vinte anos o casamento de Mike e Scarlett está acabando e seus filhos Maggie e Alex não o respeitam mais. 

Quando Mike vai até a escola em que estudou e vê uma foto sua no auge da adolescência, um zelador acaba conversando com ele e como mágica ele volta a ter 17 anos. Para complicar ele acaba indo para a casa de Ned, seu melhor amigo, e uma batalha épica com direito a sabres de luz se inicia até o homem perceber que o intruso é Mike alguns anos mais novo.

Aos poucos Mike faz amizade com seus filhos e começa a ficar mais próximo deles, assim como de sua ex-mulher. O jovem Mike diz para todos que é filho de Ned e assim começa a estudar na mesma escola que Maggie e Alex, então percebe o tempo que perdeu em busca de realização profissional e ficou se culpando por não ter seguido com o basquete.

O filme é bem engraçado e a história é boa, um pouco batida, mas algo que a família toda poderá assistir. Os atores se entregaram aos personagens e o trabalho ficou bem bacana, acredito que é aquele filme típico de sessão da tarde, mas com um charme todo especial. Confesso que não morro de amores pelo Zac Efron, mas não vejo outro ator como Mike O'Connell. 


11 comentários:

  1. Eu já assisti esse filme, é engraçado e eu amo o Matthew Perry, inclusive assisti mais por causa dele kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Amo este filme. Motivo: Zac Efron rsrsrs
    Vai dizer que ele não está l-i-n-d-o neste filme?
    Gosto de assisti-lo quando estou com muita preguiça e com toda vontade do mundo de me entregar ao pijama, edredom e ao meu sofá *-* O filme tem um enredo, não é o filme "uau, mudou minha vida", porém não é do tipo que voc~e assiste e se arrepende de ter parado a sua vida para acompanhar aquilo...

    Filmes "sessão da tarde" são ótimos se acompanhados com uma boa panela de brigadeiro e muita pipoca {oi, gordice}

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti só por causa do Matthew Perry, mesmo, já que não é tão comum assim ver os atores de Friends em filmes (com exceção da Jennifer Aniston, claro). É um filme legalzinho, bom pra passar o tempo, mas acho que eu não daria mais de 3 pontos também, não. Histórias de troca de corpo em filmes já estão meio batidas, embora essa foi meio volta no tempo. Eu indicaria pra quem quer ver um filme pra passar o tempo e não é muito exigente. Mas entre filmes nesse estilo, nenhum supera Sexta-Feira Muito Louca, hehe. ;D

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu assisti faz um tempão esse filme, na verdade nem me lembro muito da história, e se gostei ou não :S Talvez eu re-assista :D

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca vi esse filme do início ao fim, mas me lembro ter achado ele meio chatinho, a parte que vi, claro. Parece que você também não super gostou né? É um filme bem bobinho, eu esperava mais, sem contar que eu já vi melhores com esse tema!

    ResponderExcluir
  6. Esse é um filme bem divertido pra se assistir quando não se tem nada pra fazer.
    Não sou fã do Zac, mas gostei bastante desse filme e da atuação dele. Foi legal vê-lo em outro filme se não no High School Musical...
    Assisti uma vez e não o faria de novo.

    ResponderExcluir
  7. Realmente é filme tipo sessão da tarde. Mas isso para mim estou elogiando porque amo filmes de sessão da tarde, hahaha.
    O Zac Efron não é tão bom ator (minha opinião) mas ele se saiu beem no filme :D

    ResponderExcluir
  8. Adoro esse filme!! Não me canso de assistir e toda vez que assisto eu dou altas risadas!
    E é por poder ver a família toda que também gosto. Mas até sou um pouco suspeita para falar porque eu gosto do Zac Efron há muito tempo *-*

    ResponderExcluir
  9. Assisti o filme no cinema quando lançou. Gostei bastante e achei que é uma comédia bem bacana para se assistir nas férias, por exemplo.
    Ainda lembro do Zac em HSM (Sim, eu era mega fã).

    ResponderExcluir
  10. Não assisti ainda.
    Acho que ele é legal, apesar de ser batido.
    Mas também não morro de amores pelo Zac.
    Quem sabe um dia eu pare e assista.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um ótimo filme, a um bom tempo tenho vontade de assistir.
    Também não sou muuuuito fã do Zac, mas vi umas notícias sobre o envolvimento dele com drogas e achei tão ruim, espero que se recupere logo! =/

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!