Resenha: Branca como o leite, vermelha como o sangue - Alessandro D'Avenia

 Autor: Alessandro D'Avenia
 Título Original: Bianca come il latte rossa come il sangue
 Tradutor: Joana Angélica d’Avila Melo
 Gênero: Romance estrangeiro
 Páginas: 368
 Editora: Bertrand Brasil
 Preço: R$ 39,00


Leo é um garoto de dezesseis anos como tantos: adora o papo com os amigos, o futebol, as corridas de motoneta, e vive em perfeita simbiose com seu iPod. As horas passadas na escola são uma tortura, e os professores, “uma espécie protegida que você espera ver definitivamente extinta”.


Apesar de toda a rebeldia, ele tem um sonho que se chama Beatriz. E, quando descobre que ela está terrivelmente doente, Leo deverá escavar profundamente dentro de si, sangrar e renascer para a vida adulta que o espera.

Classificação:     



" Mas por que, caralho, existe uma doença como essa, que faz o sangue ficar branco? Sonhador, você é um mentiroso da pior espécie, daqueles que acreditam nas lorotas que dizem! Amanhã vou cortar os pneus de sua bicicleta de merda." Página 79

Leo está no auge de seus dezesseis anos. É um garoto que não gosta de pensar no braco, pois isto remete a nada. Por outro lado o vermelho faz com que ele lembre dos cabelos de Beatriz, que são cor de fogo, ou sangue. Melhor amigo de Niko, Leo só tem olhos para o futebol-soçaite e para as garotas, em especial  para Beatriz. A ruiva é amiga de Silvia, que é amiga de Leo e acaba tendo sentimentos bem além de uma simples amizade. Leo já tentou entrar em contato com Beatriz, porém a jovem nunca respondeu suas mensagens de texto. Quando o professor substituto de filosofia entra em cena, faz com que o garoto veja tudo diferente do que o fazia não gostar da escola, uma vez que o Sonhador - apelido dado ao professor por seus alunos - levava os estudantes a imaginarem, sonharem e perceberem que a vida era bem maior do que eles pensavam. 

" Essa é a destruição mais cruel: roubar os sonhos das pessoas. Campos de concentração cheios de homens incinerados junto com seus sonhos. Nazistas ladrões de sonhos. Quando você não tem sonhos, rouba dos outros, para que eles também não os tenham. A inveja te queima o coração e aquele fogo devora tudo..." Página 98

Tudo muda quando Beatriz é diagnosticada com Leucemia. Primeiro a garota deixa de ir para a escola e todos começam a comentar sobre a doença da jovem de dezessete anos, então Leo descobre que a amada está morrendo. Seu sangue está tornando-se branco e aos poucos ela começa a perder seus cabelos vermelhos, que foram o motivo por Leo se apaixonar por ela. Silvia acaba convencendo Leo a visitar Beatriz e então uma amizade se forma e o garoto acaba revendo todas as suas últimas atitudes em casa, na escola e com os amigos. Toda a sua vida é remodelada de por causa da Beatriz e isto o faz questionar o que são sonhos, o que é o amor e qual é o sentido da vida. Não vou me prolongar nesta resenha da história porque acredito que qualquer linha que escreva a mais poderá conter spoilers, então prefiro deixar vocês, leitores, na curiosidade. 

" Não vou deixar que os saqueadores queimem os meus sonhos e os reduzam a cinzas. Não vou permitir isso a ninguém, porque eu correria o risco de não me reerguer mais. E Beatriz precisa de mim, e não de um monte lamuriento de escombros." Página 100

A narrativa de Alessandro D'Avenia é muito gostosa de ser lida, pois explora os sentimentos de Leo que tem sua vida extremamente afetada pela doença de Beatriz. Esta é a primeira obra que eu tenho a oportunidade de ler que é contada exclusivamente por uma pessoa que acompanha uma doença de fora, ou seja, não é o doente. Isto mostra que outras pessoas, principalmente familiares e amigos próximos são capazes de sentir e perceber o que a pessoa doente necessita no mesmo tempo que sofrem com ela. Leo é um garoto que se revolta com a vida depois que descobre que Beatriz está com leucemia, algumas atitude do jovem poderão ser questionadas, mas acredito que foram causadas pelo seu amor. Quando ele se vê dividido entre dois amores foi a parte que mais gostei porque mostra que assim como todos o garoto é humano e seus sentimentos são bastante voláteis. O que me chamou a atenção em Branca como o leite, vermelha como o sangue é que o autor conseguiu dar vida a um jovem de dezesseis anos, todas as suas nuances e sentimentos nos mostram verdadeiramente o que sentíamos nesta idade. Esta obra me fez questionar, sonhar, rir e chorar de tantas formas que não pude classificá-la com menos da nota máxima, sem dúvidas é recomendada e deveria ser lida por todos. 

"Livros... que babaquice! Todas aquelas linhas cheias de histórias e de sonhos não valem o número do quarto de hospital com Beatriz transformada numa menina que retorna ao ventre da terra: engolida." Página 196


40 comentários:

  1. Gente! Que história linda.
    Gosto de livros que mostram mudanças de personagens, ainda mais quando é um adolescente revoltado que passa a enxergar a vida de outra forma.
    Gostei e fiquei curiosa para ler.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a história do livro e me pareceu linda apesar de triste. Fiquei com curiosidade pra ler o livro pra ver como o autor conseguiu narrar a história de um ponto de vista externo a doença mas que mesmo assim transmitisse a intensidade vivida...

    ResponderExcluir
  3. A estória desse livro é muito linda eu conheci ele no Blog da Duda do Book Addict e assim essa é a primeira resenha do livro eu só tinha lido a sinopse então eu acho que devo ler esse livro sei lá pois como você disse mostra a forma como uma pessoa de fora ver a doença e não o proprio doente!

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre vejo resenhas mega positivas sobre esse livro, sempre tive vontade de ler, no entanto ainda não tenho o livro. Sim, quem está próximo a uma pessoa doente fica em uma situação muito delicada e é como vc disse, essas pessoas sentem a mesma coisa. Confesso que o que mais me deu vontade de ler o livro foi o garoto enxergar as cores e dar um significado a cada uma delas nas diferentes situações...

    ResponderExcluir
  5. Muitas pessoas já me indicaram esse livro por eu gostar de romance, e confesso que tenho estado bem curiosa para lê-lo, porém, não tenho certeza se o faria, livros sobre doenças mechem muito comigo e é por isso que até hoje não li A culpa é das estrelas, tenho um certo medo de ficar deprimida com esse tipo de leitura porque sou muito emotiva =/ hehe

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  6. Nossa Rafa... sempre me pego olhando pra esse livro na bilioteca que trabalho, porém nunca dei a atenção necessária para ele. Agora descobri qu estou perdendo tempo! Fiquei contente em saber que o persinagem tem 16 anos e vive esse problema, de doença e tal. Agora entendi o por quê o título. Esse último quote que você citou me deu arrepios. Vou ler esse livro COM CERTEZA!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, comentei aqui antes da promoção, então agora vai o email...

      palomabottelho@hotmail.com

      Excluir
  7. Amei a resenha!!! Fiquei muito curiosa com o livro!
    Não li nada desse tipo, e com certeza é horrível para o Leo a Beatriz estar doente!
    Estou muito curiosa pelo final do livro!!!

    ResponderExcluir
  8. Gosto de livros que me façam refletir e esse parece ser muito bom, só fiquei me perguntando se a menina acaba morrendo no final, isso seria realmente muito triste. :(
    Sei que esse livro parece ser totalmente diferente mais me veio a cabeça o livro Um Amor Para Recordar, acho que todos já sabem o porque né? kkk
    Mais acredito que esse livro nos faz refletir ainda mais sobre a vida, despertando as emoções mais profundas da gente. Gostei bastante da dica desse livro e com certeza vou procurar a lê-lo.

    bju :)

    ResponderExcluir
  9. CORES? Não acredito rs!!! Sou fascinado por isso e nunca vi um livro que focasse nisso, que incrivel! Preciso desse livro, desejo, i need! <3 MUITO interessante, a capa me lembrou Garota Exemplar. O que mais me chamou atenção foi isso, e gostei da ideia do livro também, deve ser emocionante... Eu vou ter que ler, já faz uns 2 meses que sabia dele e queria mt ler e só relembrei a historia agora com sua resenha ><

    ResponderExcluir
  10. Fiquei muito curiosa para ler esse livro, não o conhecia até agora, mas acho que deve ser muito interessante lê-lo, pois com certeza nos ensina algo muito importante, adoro livros assim, lindas e que nos mostram como a vida é.

    ResponderExcluir
  11. A história parece ser linda! Sonho da minha é ter os cabelos ruivos igual a Beatriz. Acho que vou gostar bastante do livro, espero ler logo!

    ResponderExcluir
  12. Já tem bastante tempo que quero ler esse livro. Gosto de narrativas profundas e temas que nos fazem pensar. Não vejo a hora de ler!

    ResponderExcluir
  13. Adorei a escrita do Alessandro com Coisas Que Ninguém Sabe, e estou louca para ler este outro! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Acho a capa desse livro linda e já tem um tem poque estou interessada em ler essa obra.
    Gostei muito da sua resenha e adorei saber que o livro te emocionou, espero ler ele em breve ;)
    Parabéns pela ótima resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  15. Fiquei curiosa sobre esse livro, adoro romances e tem jeito de ser uma linda estoria.

    ResponderExcluir
  16. Tenho visto muita gente falar bem desse livro e quando li sua resenha fiquei apaixonada e desejando-o loucamente <3
    Adoro livros que nos trazem reflexões :)
    beijos :*

    @heynaninha
    nannahguedes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. ótima resenha, não tinha ouvido falar do livro e agora estou super curiosa, parece ser ótimo.
    http://livrosemtdparte.blogspot.com.br/
    camilasgf@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Já ouvi falar deste livro varias vezes nesta ultima semana, deve ser destino! me dizendo para lê-lo.
    Adorei sua resenha, só me deixou mais louca ainda para conhecer a história, e é totalmente o tipo de livro que eu ando querendo ler.

    A história parece meio triste, ela é assim mesmo ou é só impressão? mil bjs

    ResponderExcluir
  19. Parece ser um livro triste, Adoro livros que me emocionam. Torcendo para ganhar!
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli
    E-mail: miriamguiraldelli@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. Parece ser um livro triste, Adoro livros que me emocionam. Torcendo para ganhar!
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli
    E-mail: miriamguiraldelli@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. SEGUIDORA : ANDRESSA NUNES

    Resenha bem estruturada, abordando pontos importantes do livro, despertando o interesse dos leitores.

    ResponderExcluir
  22. Nossa! Parece aqueles filmes de arrepiar, sabes?
    Li poucas resenhas sobre, mas as poucas gostaram bastante do livro, o que me parece um ótimo motivo para fazer a leitura =)

    ResponderExcluir
  23. Já tinha visto comentarem sobre esse livro nas redes sociais, mas não fazia realmente ideia do que se tratava. Agora fiquei curiosa e também com receio rs. Não sei se estou em um momento de ler coisas tristes, mas o livro parece tão bom que senti muita vontade de lê-lo. Quem sabe mais para frente, quando passar da faze romancinho água com açúcar que estou vivendo

    ResponderExcluir
  24. Amei o titulo, so por ele o livro ja me prendeu..confesso que quando li a resenha me decepcionei um pouco..pois achava que a historia seria mais profunda, nao que o amor impossivel (pois a menina esta prestes a falecer) nao seja profunda..mas enfim, me deixou curiosa!

    ResponderExcluir
  25. Nunca tinha visto nada sobre esse livro e já gostei pela capa. Gostei da sua resenha, que além de bem escrita, me deixou super curiosa com o livro! Pena que ele é caro =/

    ResponderExcluir
  26. Eu sempre leio maravilhas sobre os livros do Alessandro D'Avenia, essa história ja começou a me interessar por causa do título, adorei. Parece ser uma história bem triste mas muito interessante.
    mcrisaragao@gmail.com

    ResponderExcluir
  27. Oieee
    Acredito que esse livro é MARAVILHOSO! Tantas resenhas positivas....
    Com um enredo simples, porém muito envolvente, Alessandro D’Avenia parece conseguir transportar o leitor para a mente de Leo.
    O enredo parece ser triste, mas é uma história linda de superação e aceitação.
    Adorei a resenha
    Bjus

    ResponderExcluir
  28. Tenho paixão por livros que me contem de dramas possíveis. Esse, entretanto, parece ser triste, mas terno e suave, estou certa?
    D'Avenia é um autor que desejo muito conhecer, já me contaram da poesia presente nas suas narrativas.

    ResponderExcluir
  29. Oi Rafa!
    Estou encantada com os comentários que tenho visto sobre esse livro, mesmo que ainda não tenha tido a oportunidade de le-lo.
    Cada resenha me deixa mais curiosa para conferir essa narrativa gostosa do Alessandro D'Avenia que eu já vi algumas pessoas compararem a do Carlos Ruiz (que eu adoro! Hehe).
    São raros os livros que provocam tantas emoções como esse provocou em você. Espero poder me emocionar também.
    Abraço
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Oi Rafa!
    Estou encantada com os comentários que tenho visto sobre esse livro, mesmo que ainda não tenha tido a oportunidade de le-lo.
    Cada resenha me deixa mais curiosa para conferir essa narrativa gostosa do Alessandro D'Avenia que eu já vi algumas pessoas compararem a do Carlos Ruiz (que eu adoro! Hehe).
    São raros os livros que provocam tantas emoções como esse provocou em você. Espero poder me emocionar também.
    Abraço
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Nem sei a quanto tempo desejo esse livro. Pelo que você disse na resenha, acho que isso querendo ou não traz uma lição de vida grande. Na questão de dar valor as pessoas e aproveitar o que há de bom na vida. Quero muito ler ele *-*
    Bjos e até mais!
    http://blogsonhoselivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Adorei a história, faz tempo que quero ler esse livro, desde que foi lançado está na minha lista de desejados. A capa é linda, a história é muito interessante e li vários elogios acerca da narrativa do autor, tanto nesse quanto no seu outro livro, o qual também me interessa muito, "Coisas que Ninguém Sabe". Ótima resenha, aumentou ainda mais minha vontade de ler, espero fazer isso em breve. ;D

    ResponderExcluir
  33. Adorei os quotes! Acho ótimo quando a escrita é bem informal, com palavrões e até vulgar, pois realmente reflete o protagonista revoltado de 16 anos. E que protagonista, hein? Acho muito melhor personagens "perturbados", do que apenas românticos. Essa história tem tudo para ser uma das minhas favoritas, pois emocionante sem ser piegas.

    ass: Shadai Vieira

    ResponderExcluir
  34. ops, esqueci o e-mail, desculpa!

    shadai2129@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  35. Sempre li resenhas positivas em relação aos livros do autor, e a cada uma delas, minha vontade de lê-lo só aumenta. Apesar de não ser o tipo de livro que geralmente leio, gosto de fugir um pouco da minha zona de conforto e me aventurar em tramas como essas. Esse livro me parece ter um teor mais denso, pois trata-se de um drama mais real. Super curioso pra ler.

    n_alves4@hotmail.com
    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  36. Adorei a resenha... quero muito ler o livro! *-*

    mmm__mari@hotmail.com

    ResponderExcluir
  37. Adorei a resenha!! Espero muito ler esse livro um dia.

    mmm__mari@hotmail.com

    ResponderExcluir
  38. Consegui esse filme
    Branca como o leite, vermelha como o sangue
    Título original: Blanca come il latte rossa come il sangue
    (lançado em 2013 na Itália) com legenda em português
    O meu email é
    ivan@fosjc.unesp.br
    distribuição gratuita ("free")

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!