Resenha: Garota Tempestade - Nicole Peeler


Editora: Valentina
Ano: 2013
Páginas: 280
Tradutor: Ana Beatriz Manier


Classificação:     


" Muitos na cidade a consideravam diferente de uma forma perigosa e ficaram felizes em ter suas piores suspeitas confirmadas quando ela abandonou o marido e a filha ainda criança. O fato de uma garotinha cuja mãe havia desaparecido merecer um pouco de compaixão foi superado pelo fato de eu ser quase idêntica a ela, os mesmos cabelos e olhos escuros, a mesma pele clara e, à medida que fui crescendo, as mesmas curvas perigosas." Página 18



Desde que a Editora Valentina aceitou a parceria com o blog fiquei encantada pelo catálogo, sendo que não é novidade que o livro que mais espero é Speak. Logo que as divulgações e obras começaram a ser lançadas aguardei pacientemente o lançamento de Garota Tempestade, que até então eu nunca tinha visto nada sobre a obra. Como a maioria dos leitores, quando vi a capa sendo divulgada pela leitora percebi que a obra seria mais juvenil, mas doce engano. Quando o livro chegou acabei dando prioridade para ele em minhas leituras e não me arrependo. A Jane me sugou de uma forma que até agora não sei como expressar o que senti na leitura. 

O livro é bastante maduro e nos mostra a vida pela perspectiva de Jane True, uma mulher com seus vinte e poucos anos que leva em seu passado alguns acontecimentos que a tornaram uma pária na cidade em que mora, Rockabill. O primeiro aconteceu antes de ela nascer, sua mãe chegou a cidade do interior em um dia de tempestade e estava nua. O pai de Jane acabou se apaixonando e o amor deles foi forte o suficiente para Jane ser gerada, seis anos depois a mãe de Jane os abandona e nunca mais é vista desde então. Outra tragédia que marcou a vida de Jane foi a morte de seu namorado - e melhor amigo - Jason, sendo que aparentemente ela foi o motivo pelo qual ele morreu. 

A protagonista sempre nadava quando estava amanhecendo, mas ninguém sabia desta predileção pelo nado. Um dia, Jason acabou a seguindo até o Old Sow - um ponto que era extremamente perigoso - e quando Jane percebeu, já era tarde. Ninguém sabe exatamente o que aconteceu, mas levando em conta toda a história da mãe de Jane os habitantes de Rockabill acreditaram que ela havia matado o namorado. Logo depois da morte de Jason, Jane foi enviada para a ala psiquiátrica e acredita que o namorado acabou morrendo por sua causa, pois se ela tivesse contado este segredo - quem sabe - ele ainda estaria vivo. 

Anos depois Jane já estava mais conformada e trabalhava na livraria Morrer de ler, seus hábitos aquáticos ainda continuavam, mas eram um tabu em sua casa: seu pai não os mencionava e ela também não contava. Um dia, enquanto estava perto do Old Sow nadando, Jane encontra um corpo e o tira da água, deixando-o em algum lugar que seria encontrado. Tudo o que ela queria era que o homem fosse encontrado e ela não fosse considerada suspeita, afinal, os moradores de Rockabill já a consideravam uma assassina. Pouco depois que o corpo é encontrado, Jane se vê conduzida por um cachorro gigante e acaba tendo uma visão mais completa do motivo pelo qual sua mãe a abandonara anos antes. 


" - Rockabill não é uma cidade muito grande, mas parece que há uma boa proporção de, eh... seres como vocês vivendo aqui. Há mesmo muitos de vocês ou Rockabill é um lugar especial? - Eu estava pensando em Sunnydale, a cidadezinha de Buffy, e imaginando se Rockabill seria uma Boca do Inferno. O que explicaria a presença de Stuart e Linda." Página 86

Quando são lhe apresentados os fatos, Jane acaba sendo confrontada com seu passado, e consequentemente sente-se mais perto de sua mãe. Jane é uma híbrida, filha de uma selkie e um humano, o que torna suas habilidades aquáticas e controle da água plausíveis. Nell apresenta partes da história de Jane e mostra a ela que sua mãe acabou abandonando-a por sua condição, uma vez que a mãe de Jane não era humana e precisava do contato constante com o mar. 


" O que você quer dizer com "nós", vampiro cara pálida?, pensei. Não havia nada que me fizesse ir a algum lugar próximo à Corte de Ryu. Nada de nada. Nada nesse mundo me faria ir...
E logo Ryu estava me beijando.
E logo eu estava concordando com tudo o que ele dizia.
Cretino." Página 163

Tentando não acreditar no que lhe fora contado, Jane estava esperando a visita de um detetive. Porque a morte de Jakes não fora acidental, ele era híbrido e foi assassinado. O que Jane não esperava é ter uma forte atração por Ryu, o investigador. Ryu é um vampiro (moreno, alto, bonito e sensual rs parei) e causa uma reviravolta na vida de Jane, além de ela descobrir mais sobre sua origem acaba sendo fisgada pelo charme de Ryu. Pouco a pouco as peças deste quebra-cabeça começam a se encaixar e os dois acabam percebendo que estava sendo feito um levantamento dos híbridos e logo são confrontados com a verdade: três pessoas ligadas com a pesquisa foram cruelmente assassinadas. A lista de nomes de meio-humanos é encontrada e Jane seria a próxima vítima, Ryu decide ir até a Corte dos Alfar - que são os seres que controlam o mundo sobrenatural - para ter mais detalhes sobre isso e acaba levando Jane junto. 

" - Ui, isso aqui é um antro de sexo? - perguntei a Ryu - É um projeto do Hugh Hefner!?! - Torci o nariz - Vulgar.
Ryu olhou-me, fingindo dignidade.
- Não temos antros de sexo - fungou ele. - Esta é uma lagoa do amor. Ou uma piscina de carinhos. Ou uma fonte de prazeres. Mas nunca um antro de sexo." Página 198

Lá eles acabam descobrindo coisas que estavam muito bem escondidas e percebem que há algo de podre neste reino, Jane precisa se proteger e acaba deixando que Ryu decida o que fazer e quando agir. O reino é composto por diversas classes de seres sobrenaturais, o que me confundiu algumas vezes, e a autora acabou perdendo a linha e inventando seres que possuem diversos formatos e poderes. Confesso que esta parte deveria ser melhor trabalhada, afinal, cada personagem era um ser com suas características e existem dezenas de personagens no livro então esta definição dos seres acabou ficando bem superficial. Mas, sem dúvidas, a obra me cativou e eu pretendo ler a continuação assim que seja lançada. 

Garota Tempestade é um livro leve, tirando algumas cenas que podem ser consideradas mais picantes, e bastante divertido. Uma dica: não leia em seu trabalho, pois a obra acaba deixando você com várias reações e poderá ser meio constrangedor - no meu caso fiquei rindo sozinha de uma tirada que a Jane fez com sua periquita - e sim, no livro há um grande número de palavrões, mas ao contrário de muitas obras que trazem palavrões em sua composição, Nicole Peeler soube dosar o uso destes. A escrita fez com que eu me lembrasse bastante da série House of Night, o que fez com que eu gostasse mais do livro. Jane é uma personagem forte, cativante e decidida, ao contrário de livros semelhantes (um parênteses porque lembrei de cinquenta tons de cinza) em que a personagem acaba se tornando submissa do homem que ela gosta. Lembrei de 50 tons porque as cenas mais quentes e o palavreado que Peeler usou é semelhante, mas (um grande MAS nesta parte) Nicole não ficou só na parte erótica do livro e realmente criou uma história além de todo o sexo casual entre os protagonistas. 

Como já mencionei antes, alguns personagens contaram com uma definição bastante superficial. Incluindo a Nyx, que até agora é minha favorita, que começou a ser citada na metade do livro, mas não foi bem trabalhada e apresentada. Esta personagem - novamente retomando HON - acabou fazendo com que eu me lembrasse de Aphrodite (minha personagem favorita na série de Pc Cast) e espero que Nicole Peeler trabalhe  melhor as características da prima de Ryu. O livro é recomendado para você que gosta de uma boa história que mescle o mundo sobrenatural e algumas cenas mais quentes, não se engane pela capa: o livro contém vários episódios de sexo. 


" Precisei dar um crédito a Nyx. Ela podia ser uma vagabunda, mas era definitivamente dura na queda" Página 268





a Rafflecopter giveaway

38 comentários:

  1. primeira a participar!! torcendo muito!!

    ResponderExcluir
  2. Apesar da capa infantilizada, a resenha me mostrou outra visão do livro. Parece ter um conteúdo mais maduro. Vou pensar se incluirem na minha lista do Skoob.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, a capa realmente passa uma ideia errada do livro. E isso é uma pena pq muitos não leem pelo a capa representa. O livro parece interessante pela sua resenha, mas confesso que me disseram o que ela vira e achei muito estranho, muito mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal esse livro. Vendo coisas bem bacanas sobre ele e os próximos, e posso dizer que estou amando! Adorei essa história, é bem legal. E se você cair na capa nem espera que seja tudo isso. Quando vi achei que era bem bobinha a história, mas pela sinopse vi que alguma coisa tinha de bom. Então as resenhas vieram e me acabei aqui querendo o meu! Muito boa!

    ResponderExcluir
  5. Estou desejando esse livro, desde a primeira resenha que li. A tua foi a primeira que mencionou lembrar 50 tons, e eu não sei se gostei disso ou não, mas não diminui nem um pouco minha vontade de ler Garota Tempestade! Adorei que vai ser sorteado por aqui!! Não vou deixar de participar, anseio muito lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Participando

    Meyre Christina

    nangy@ig.com.br

    ResponderExcluir
  7. Poxa eu acho que esse livro pode ser legal mas tenho que dizer que essa capa deixa muito a desejar u.u Ok! Está guardado o recado de ler em casa kkk já paguei muitos micos por rir de uma cena de livro ... eu não gostaria de compara esse livro com 50 rons de cinza já que acho que essa história é bem mais legal.Espero apreciar a leitura como você fez (assim que tiver o meu ).Gostei também do livro porque teve citações da Deusa Nyx e eu adoro ela porque faz parte da mitologia grega. ^^ ótima resenha e espero ganhar um exemplar desse livro.

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro esse livro, gosto de mistérios e livros de fantasias, então esse livro é a minha cara.

    ResponderExcluir
  9. Hmm, acho que vou gostar muito desse livro, a capa é tão fofinha *-*
    Otima resenha, parabééns!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, de todas as resenhas desse livro, essa é a melhor!

    ResponderExcluir
  11. um livro interessante , criativo e incrivel

    ResponderExcluir
  12. A principio tinha achado meio infantil, pela capa é claro, mas depois de ler algumas resenhas. descobri que não é bem assim..
    deve ser interessante essa mistura de personagens..
    já cada um em seu lugar, agora todos de uma vez ainda não..

    ResponderExcluir
  13. Todo mundo no início ficou com o pé atrás por causa da capa do livro, por parecer infantil e tal. Mas depois que isso foi superado percebi que todos o amaram e falaram que de infantil não tem nada. Estou louca para lê-lo!

    ResponderExcluir
  14. Participando. Gostei muito da resenha, acho a história interessante, embora a capa seja bem simples, a história é para adultos.

    ResponderExcluir
  15. Primeiramente participando! sou louca pra ler esse livro, eu adorei a resenha já velho lendo algumas a um tempo e minha vontade só aumenta,acho que me interessei mais por esse livro porque conta uma estoria de seres sobrenaturais e eu sou apaixonada por esses seres, sem contar que a capa é muito linda.

    ResponderExcluir
  16. Realmente deve demorar p acostumar mesmo com uma mistura de personagens tão grande.
    Os quotes que vc postou são ótimos e deram uma boa noção de como deve ser o livro, com passagens super divertidas, rss.

    ResponderExcluir
  17. Logo que vi a capa achei que se tratava de um livro infantil, mas depois de ler a sinopse e várias resenhas, percebi como o conteúdo do livro é bem mais adulto (acho que posso dizer assim), muitas resenhas dizem que Jane tem 16 anos e não 26, pelo nível de imaturidade dela. Contudo, eu adoro livros de fantasia e achei bem interessante o enredo da história.
    beijos.

    gleyceacles@hotmail.om

    ResponderExcluir
  18. Quero muito ler esse livro, já vi ele em várias blogs, adorei a resenha, adoro livros com seres mágico e depois que você citou HON fiquei muito animada pois também adoro a série, também gosto de Cinquenta tons, adorei os quotes, postados e sim gosto de um livro mais adulto, então super curiosa em relação ao livro. Tem tudo pra ser uma boa leitura, a capa também é maravilhosa, que olha pra ela nem adivinha o conteúdo.

    ResponderExcluir
  19. Essa capa engana direitinho :P
    Apesar de estar em uma onda de livros com cenas de sexo, estou preferindo meus romances de banca ainda.
    O livro é diferente do que eu esperava, afinal, tem um toque de sobrenatural, que ás vezes eu até gosto :)
    Ótima resenha!

    Post it and Scrapbook
    @wynnis

    ResponderExcluir
  20. Adorei o livro, pensava que era um livro infantil por causa da capa...
    O livro parece ser ótimo!

    xoxo

    ResponderExcluir
  21. Olha, ainda não defini se quero ou não ler o livro. Primeiro, a capa não me atrai em nada, parece meio infantil, apesar de não ser, e segundo por alguns comentarios que vi no twitter e que você citou na resenha, não gosto disso do autor meio que querer fazer algo diferente, acaba inventando coisas assim do nada, seres, isso faz com que eles acabem se perdendo. Pensando ainda se vou querer ler, mas provavel que não. Não conheço muito da editora, mas espero que ela traga muitos livros bons.
    Bj

    ResponderExcluir
  22. X
    PARTICIPANDO DO SORTEIO
    ELLIANE RAMOS
    http://ellianeramos.blogspot.com.br/
    ellianeramos@hotmail.com
    bjs
    *-*
    X

    ResponderExcluir
  23. A capa acaba com esse livro, uma estória tão legal, a resenha me deixou mega empolgada , mas se eu visse esse livro na livraria não levava , que tem na cabeça desse povo fazer esse tipo de capa ?

    ResponderExcluir
  24. Confesso que quando vi a capa a primeira vez eu achei que não seria um livro bom, mas então lembrei da capa de Harry Potter e Percy e percebi que tinha que conhecer mais do livro, ao ler as resenhas, amei, adoro seres sobrenaturais e gostei do fato de ela não ser tão jovem, desconfio que Ryu não seja um vampiro bonzinho e já amei Anyan.

    ResponderExcluir
  25. Achei que esse fosse um livro mais "infantil" pelo nome, mas pela sua resenha percebi que parece ser bom... Tenho visto muitos blogs falando sobre esse livro, fiquei curiosa pra ler :)

    ResponderExcluir
  26. Não gostei de jeito nenhum dessa capa, muito infantil, ainda mais por se tratar de um livro que conta a história de uma garota de 26 anos e com uma trama mais adulta, né? Mas, enfim, se o conteúdo compensa, então está valendo!!! ;)
    Não vou participar da promoção, então boa sorte aos participantes! kkk
    Bjão

    ResponderExcluir
  27. Essa capa passa uma ideia totalmente errada pra quem vê assim de cara. Gostei do resumo. vou participar. :)

    ResponderExcluir
  28. Eu gosto bastante dessa capa. Como sempre falo, editora Valentina veio com tudo. O acabamento dos livros estão perfeitos!!! Enfim, o livro é bem fininho, pelo que eu vi. Portanto, é uma daquelas leituras de um dia. Lerei =)

    ResponderExcluir
  29. Confesso que quando vi o livro pela primeira vez achei que era uma história para crianças. Mas depois que li algumas resenhas vi que o livro é totalmente diferente. Estou super curiosa para ler o livro e saber um pouco mais desta história. Com certeza vou participar e torcer muito!

    ResponderExcluir
  30. Esse é um bom exemplo de não julgue o livro pela capa neh. Gostei da resenha, parece ser um bom livro. Fiquei com vontade de ler. Participando da promo, vai que dou sorte e ganho :D

    ResponderExcluir
  31. Assim que vi o livro eu simplesmente amei a capa, achei linda. Quase todas as resenhas tem um bom comentário sobre ele, não é um dos topos que desejo ler, mas com certeza quero ler-lo um dia!

    Ótima resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Quero ler Garota Tempestade,não só pelos seres sobrenaturais do mundo da Jane,mas essas tiradas de humor e esse toque mais picante desperta meu interesse.
    Essa capa,tenho que comentar,precisa de um aviso,não é para crianças!rs

    ResponderExcluir
  33. Quero ler Garota Tempestade,não só pelos seres sobrenaturais do mundo da Jane,mas essas tiradas de humor e esse toque mais picante desperta meu interesse.
    Essa capa,preciso comentar,precisa de um aviso,não é para crianças!rs

    ResponderExcluir
  34. Não acredito que eu não tinha comentado nessa resenha ainda kkkk, eu até já li antes. Enfim como eu já te disse esse não foi um dos piores livros que já li, mas tbm não figura entre os melhores. Achei a Jane bem engraçada, mas em certos momento um pouco exagerada demais. A Frase da guitarra quase me deu um mau súbito kkk, mas confesso que achei engraçada urs

    ResponderExcluir
  35. É consenso que a capa é infantil.
    Todo mundo dizendo que o livro é bom, mas sei lá ainda não estou convencida. O sorteio saiu ante, ainda é dia 31 e já tem o resultado.
    Beijos


    http://avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. A primeira vez que vi essa capa achei que era infantil, mas olhando bem, já dá para perceber que não, ne...
    Quanto à história, parece que contém coisas que adoro, tipo o sobrenatural. Deve dar uma boa leitura, apesar de parecer não ter sido tão bem desenvolvida :)

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!