Resenha: Zac e Mia - A. J. Betts

Autor(a): A. J. Bets
Gênero: Romance
Páginas: 288

A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.

No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.

Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.

Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?

Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.


Classificação:     




"Apesar de nunca termos nos visto, ele foi mais real que qualquer outra pessoa no hospital. Esse menino estranho e pálido com as batidas na parede se tornou o único que dizia as coisas certas." Página 169


Zac Meiers teve seu diagnóstico e logo começou uma rodada de quimioterapia, porém o tratamento não deu certo e dessa vez o garoto está internado para um transplante de medula. Seu internamento seria de 18 de novembro à pouco antes do Natal, felizmente. Neste meio tempo, quando estava com sua mãe no quarto percebeu que o Quarto 2 teria um novo ocupante. Seu gosto musical? Ouvir a mesma música da Lady Gaga por mais de vinte vezes é considerado duvidoso? Pois é assim que começa a interação entre esses dois jovens. 

Mia Phillips, a ocupante do quarto vizinho, é uma jovem que busca manter a vida que tinha antes da doença. Poucos de seus amigos conhecem sua realidade e ela busca manter assim para o seu bem. Seu namoro acabou e as amigas se afastaram, deixando-na bastante solitária nessa sua nova jornada. É aí que entra o garoto do Quarto I, primeiramente eles conversam ao bater na parede. Pouco a pouco a comunicação entre eles evolui e Mia o adiciona no Facebook, então os dois começam a conversar sobre tudo. Depois do transplante o contato entre eles diminui até o dia em que Mia chega à porta, ou melhor, na janela de Zac e pede um lugar para dormir, então é aí que a aventura dos dois começa.

De leitura rápida, Zac e Mia é um livro que aborda doenças de uma forma mais leve e, em algumas partes graças à Mia, de forma cômica. Zac vivia em seu mundinho até conhecer a rabugenta do quarto vizinho e é essa garota que começa a mostrar para ele como viver apesar das limitações. Esses dois aprendem muito um com o outro e os personagens, apesar de brigarem, tinham muita química, o que tornava a leitura ainda mais agradável. A autora soube criar uma história diferente das que estamos acostumados, por se tratar de doenças e soube deixar tudo mais divertido para o leitor, apesar de ter sua boa carga de drama. O livro é narrado em primeira pessoa, por Zac ou Mia, dando a oportunidade que precisamos para conhecer os personagens mais a fundo. A capa e os aspectos editorias estão impecáveis, a diagramação e revisão estão perfeitas e dou os parabéns para a Editora Novo Conceito que sempre se supera em todos os lançamentos. Este é um livro recomendado para todos que gostam do gênero sick-lit, mas também indico para os leitores que desejam conhecer o gênero e ler seu primeiro livro nesta temática, sem dúvidas é uma excelente leitura. 


"Gosto quando ela é dura comigo, sabendo que posso aguentar. Ela não fica cheia de cuidados ao redor das coisas ruins nem esconde o que está pensando. Se ela sente alguma coisa, ela diz. Ela mostra. Ela diz e faz as todas as coisas que os outros escondem. Ela não é previsível nem segura. Ela não fala besteiras, da forma como a maioria das garotas fala. Ela está viva, apesar de tudo, chutando e gritando e praguejando. Lutando, apesar de tudo." Página 

18 comentários:

  1. Olá, acredita que é a primeira resenha que vejo deste livro? aushua
    Minha amiga tem muita vontade de ler, ela vive falando deste livro. Gostei da resenha, fiquei com vontade de ler agora, achei incrível os quotes.

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha. Espero ter a oportunidade de conhecer e degustar essa obra em breve, gosto demais de dramas, sempre me tocam e me passam algo bom, algum aprendizado para a vida. Em especial este, por seus medos, a rotina, as chances, a realidade, os sonhos e as probabilidades dos personagens Zac e Mia.

    ResponderExcluir
  3. Adorei, fiquei com vontade de conhecer mais esse mundo do Zac e da Mia. Adorei os quotes, o livro parece ser uma gracinha, fiquei curiosa pra saber o que acontece depois que ela bate na janela dele.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafa, já li varias resenha desse livro sinceramente ele não me chama a atenção eu não gosto de estorias que envolvem doença mesmo o livro parecendo ser um pouco engraçado e como sempre você faz ótimas resenhas bjs.

    ResponderExcluir
  5. O único q lu do gênero foi A culpa é das estrelas e eu adorei!!! Já gostei da Mia por ouvir a mesma música várias vezes.
    Pela resenha senti q é um livro muito fofo e com partes engraçadas, quero ler!

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito sick-lit, acho todos parecidos com A Culpa é das Estrelas, mas esse livro me encanta desde que o vi na página de lançamentos da editora. O ritmo da leitura parece ser muito agradável, acho que vou ler =)
    Adorei a resenha, abraços.
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece LINDO, eu tô louca pra ler, tá no meu skoob faz um tempão e ainda não tive oportunidade.

    ResponderExcluir
  8. Sempre que vejo um livro que tem o nome do casal na capa eu quero ler hahaha. Acho que é porque amei Eleanor e Park. Mas fora isso, vou atrás de saber a história também. Adoro sicklits, e essa história tem tudo pra ser maravilhosa. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  9. Olá, já vi algumas resenhas desse livro, quando me falam em livros sick-lit o primeiro que vem na cabeça é A culpa é das estrelas, e o quanto chorei naquele livro e até hoje não me recuperei!

    ResponderExcluir
  10. Eu vi a capa desse livro em uma foto ontem e fiquei bem curiosa sobre a historia, e pela sinopse parece ser muito boa. Adoro livros que contam a história pelo ponto de vista dos dois personagens.

    ResponderExcluir
  11. Sick-lit tava bem em alta né? Não me recordo de ter lido um livro desse gênero apesar disso. Eu já vi críticas negativas e positivas a cerca desse livro mas acho que o geral deve ser uma boa leitura, que agrega algum bom pensamento na gente.

    beijos
    pobreleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Zac e Mia é um livro que me lembra bastante A Culpa é das Estrelas, que por sinal é um livro que eu amo muito. Tenho interesse em ler o livr e creio que irei me emocionar bastante.

    ResponderExcluir
  13. Parece ser um lindo livro, acho que deve ser daqueles que eu gostaria muito de ler!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Sou tão apaixonada por ya, E PRQ PARECE QUE TDS TEM GENTE DOENTE/MORRENDO? </3

    ResponderExcluir
  15. Sou fascinada por Sick Lit, mesmo tendo elementos em comum entre todos os livros deste gênero, mas mesmo assim cada um deles consegue ser diferente, o que eu acho simplesmente incrível! Esse livro, além da capa maravilhosa, me chama atenção pela lição que bem embutida nele, da vida acima de todos os desafios e dificuldades. Além disso, o lado cômico da história me atrai muito também.

    ResponderExcluir
  16. Já tinha visto esse livro, mas não sabia exatamente sobre do que ele se tratava, Vendo sua resenha, pude perceber que ele é maravilhoso. Adorei essa dinâmica do(a) autor(a) ter dividido o livro. Além disso, pude perceber que os personagens são bem cativantes. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  17. Zac e Mia não poderia me surpreender de outra maneira. Com uma história super cativante, foi um livro apaixonante para mim e que estou muito ansioso para ler. A autora me conquistou pela amizade que ela cria com os personagens e leitores e com o toque de humor hospitalar presente nas cenas, risos. Gostei bastante!

    ResponderExcluir
  18. Conheci este livro pela sua divulgação, sua resenha é a segunda que leio. Como você a primeira vez que vi o livro achei que seria mais do mesmo, no entanto ao conhecer melhor a história me senti muito atraída pela história de Mia e Zac, ainda mais pela história acontecer no hospital, e por ter os dois lados da doença, a pessoa que aceita e a que não aceita. Gostei da resenha, a dica é ótima, espero poder conferir esta obra em breve.

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!