Resenha: Objetos Cortantes - Gillian Flynn

Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 256

Objetos Cortantes - Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.

Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas. 


                                                                                           Classificação:



"Eu me retirei para meu quarto, longe daquela garotinha horrível, que não era nada como Marian. Meu corpo ia pegar fogo. Andei de um lado para outro, tentei me lembrar de respirar direito de acalmar minha pele. Mas ela queimava. Algumas vezes minhas cicatrizes pesam sozinhas." Página 64


Maravilhosamente perturbador! Objetos cortantes narra a história de uma mulher em busca de respostas sobre o presente e que estão ligadas ao seu passado trágico. Camille Preaker é enviada para sua cidade natal a fim de noticiar sobre dois crimes recentes e que chocaram a pequena cidade de Wind Gap. Ann Nash e Natalie Keene, 9 e 10 anos, respectivamente, desapareceram sem deixar vestígios. Ann fora encontrada pouco depois em um riacho, presa às pedras e sem seus dentes, por sua vez, Natalie desapareceu pouco antes de Camille chegar à cidade, então ainda existem buscas pela garotinha enquanto a jornalista segue as pistas deixadas por seu sequestrador.

Desde pequena, Camille percebeu que sua mãe não gostava muito dela, mas quando sua irmã nasce isso se torna mais evidente. Marian é a queridinha da casa e a sua morte precoce acaba destruindo o que já fora um lar. É neste ponto da história que a saúde mental de Camille começa a desandar, aos treze anos a jovem já havia participado de mais festas do que uma garota normal o faria, com isso o uso de drogas, bebidas e sexo estavam em sua rotina. Ao perceber que cortar palavras em seu corpo fazia com que se sentisse bem, Camille desenvolve um hábito nada saudável e seu corpo é um reflexo de como a jovem está perturbada a ponto de se ferir por prazer. 

Anos depois, ao voltar para Wind Gap, Camille volta aos seus medos de infância e é obrigada a conviver com o fantasma de Marian, assim como Amma, sua meia-irmã. Amma é uma garotinha de treze anos que, assim como a jovem Camille, vive em um mundo completamente perturbador. Suas melhores amigas são coordenadas por ela, o grupo pratica bullying e outros tantos conflitos são gerados por conta disso. Desde o início a minha personagem favorita era a Amma e foi interessante conhecer suas nuances e mudanças repentinas de comportamento. Assim como sua irmã mais velha, Amma cresceu em um ambiente familiar hostil e isso a transformou em uma jovem amarga e inconsequente. 

Ontem, durante a Turnê Intrínseca em Curitiba, vi o pessoal da editora apresentando o livro e fiquei feliz de perceber que a leitura, assim como foi para mim, é uma das favoritas do ano. Precisei me conter para não soltar milhares de spoilers para a Ana do blog No meu Criado mudo. O livro é maravilhoso e mesmo falando isso milhares de vezes, ainda sinto que não é o suficiente. Garota Exemplar é um livro mais amarrado e intrigante, mas mesmo Objetos Cortantes sendo o primeiro livro da autora, ele não desapontou em nada.

A capa é linda e remete ao problema de Camille, já a revisão e diagramação são ótimas e não apresentam erros. A história é complexa e aterrorizante, mas apaixonante de uma forma estranha. Sempre gostei de livros que abordam crimes, mas a narração de Gillian Flynn chega a um nível desconhecido de perfeição. Ela é, sem sombras de dúvida, uma das melhores autoras da atualidade e suas duas obras lançadas pela Intrínseca figuram em minha lista de favoritos. Não vejo a hora de Dark Places ser lançado para que eu possa mergulhar, mais uma vez, no mundo desconcertante criado por Gillian Flynn.


"- Amma, não quero conversar sobre isso com você.
- Você não era tão adulta há algumas noites, irmã. Não somos mais amigas?
- Amma, preciso me deitar agora.
- Noite difícil, hein? Bem, espere; tudo vai ficar pior." Página 226


4 comentários:

  1. Uau, esse livro parece ser muito bom. Gosto muito de tramas assim, e esse livro parece ser daqueles que prendem o leitor, principalmente para desvendar os mistérios dos crimes acontecidos na cidade e até mesmo em relação à própria personagem principal.

    ResponderExcluir
  2. Ai meu Deus!

    Nunca li nada da Gillian, mas quero ler Garota Exemplar e Objetos Cortantes.

    Sua resenha é a primeira que vejo do livroo e fico feliz em saber que ele realmente é tão perturbador *-* :3

    Thriller ♥ Espero poder ler em breve!

    Bjs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não gosto muito de obras assim, mas uaaau que capa LINDA..Talvez eu o lesse por curiosidade,mas prefiro livros mais leves ..

    ResponderExcluir
  4. Rafa!
    Estou com o livro aqui para leitura e bem interessada em vários aspectos da personagem principal e da auto mutilação.
    Que bacana você ter ido participar da turnê da Intrínseca, depois conta como foi.
    “A verdadeira páscoa está no exemplo de entrega que Jesus nos deixou”. (Jader Amadi)
    Semaninha esplendorosa com o verdadeiro sentido da Páscoa!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Quer deixar uma dica ou sugestão? Comente e me deixe feliz.

Para que eu possa visitar seu blog deixe um comentário com o nome do blog e eu entrarei em seu perfil. Ou use a opção Nome/URL. Por favor não coloquem links nos comentários porque o blogger considera como spam.

Agradeço a visita!